Tamanho do texto

Chileno está em fase final de recuperação, treinou com bola, mas se desentendeu com o goleiro e precisou ser separado pelos companheiros. No fim da atividade, o palmeirense brincou com a situação: "Nada de briga"

Pela primeira vez desde a lesão na coxa direita que sentiu no dia 17, Valdivia trabalhou ao lado dos colegas nesta sexta-feira. Nesta manhã, o chileno terminou o treino ao lado de reservas batendo boca com o goleiro Bruno e precisou ser apartado para evitar agressões.

Valdivia discutiu com o goleiro Bruno durante o treino
SÉRGIO BARZAGHI/GAZETA PRESS
Valdivia discutiu com o goleiro Bruno durante o treino

Leia também : Com 11 desfalques, Dorival escala Palmeiras com Eguren e zagueiro de 19 anos

A discussão ocorreu por conta das reclamações do meia, que insistiu para o goleiro defender a bola com a mão e lhe lançasse rapidamente. "Se eu pego essa bola com a mão, chutam a minha cabeça, seu retardado", falou Bruno, iniciando uma troca de ofensas que assustou os colegas.

Nenhum dos dois economizou nos palavrões. Bruno foi quem mais se irritou ao ouvir o chileno gritar "seu m...". "Vai tomar no meio do seu c..., filho da p.... M... é você, seu b...", gritou o goleiro, que foi se aproximando do meia e foi contido por Josimar enquanto outros colegas afastavam Valdivia.

A atividade acabou pouco depois da discussão. O treinamento é uma boa notícia porque demonstra a evolução de Valdivia, que pode cumprir a expectativa mais otimista de volta e pode entrar em campo na quarta-feira, contra o Flamengo, exatamente um mês após se machucar com menos de 15 minutos de atuação diante do São Paulo.

Mas ambos correram lado a lado em torno do campo depois. Valdivia fez questão ainda de tirar sarro com os cinegrafistas que registravam a possível corrida de paz. "Muita briga aí? Nada de briga", sorriu o chileno.

Valdivia e Bruno são amigos fora de campo, tanto que já passaram férias juntos enquanto o meia já não estava mais no Palmeiras e era jogador do Al Ain, dos Emirados Árabes Unidos. O goleiro só treina no clube, à espera de algum interessado, e se mostrou bastante ofendido pelas palavras do chileno que costumeiramente desfalca o Palmeiras.

Fora do treino que virou discussão, Lúcio e Allione iniciaram trabalho de recondicionamento físico ao lado de Bruninho, e Wendel deu voltas no campo. Por problemas físicos, Dorival Júnior também não poderá contar contra o Fluminense, neste sábado, com Fernando Prass, Wellington, Tobio, Marcelo Oliveira, Thiago Martins e Wesley.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.