Tamanho do texto

Líder do Brasileirão manteve invencibilidade no Mineirão, mas trabalho dado pelo Bahia serviu de alerta no caminho do título

O Cruzeiro não encontrou facilidades diante do Bahia, mas conseguiu superar os baianos chegando a incrível marca de 18 partidas de invencibilidade em casa. Após o duelo no Mineirão, os jogadores do Cruzeiro admitiram que o time teve problemas para vencer. O volante Henrique afirma que o Cruzeiro aceitou demais a postura dos adversários, o que segundo ele, prejudicou o rendimento celeste.

Veja a classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

"Tivemos muitas dificuldades. Aceitamos muito o jogo deles, por isso, a dificuldade para vencer. Valeu pela vontade de querer vencer, de reverter o placar, valeu a pena. Agora é descansar porque já tem o jogo contra o São Paulo, um jogo que vai ser muito difícil, mas a gente sabe que tem condições de vencer", declarou.

Já Nilton segue a mesma linha de pensamento do companheiro, e afirma que o Cruzeiro foi surpreendido pela forma como o Bahia atuou dentro do Mineirão. O jogador revela que foi exigido dos atletas mais concentração que o necessário para impor o mando de campo e mostrar a força cruzeirense jogando dentro do Gigante da Pampulha.

"O Bahia veio no intuito de marcar forte e sair nos contra-ataques, e o gol deles acabou surpreendendo em uma puxada de contra-ataque. Com isso, tivemos que aumentar a concentração porque não se pode entrar mole contra essas equipes no segundo turno. Mais uma vez demonstramos a força do Cruzeiro no Mineirão", disse.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.