Precisando da vitória para reagir na tabela e se recuperar da sexta derrota seguida fora de casa, técnico deve voltar a armar time com três atacantes diante do Coritiba na Vila Belmiro

O último treino do Santos antes do duelo contra o Coritiba, neste sábado, às 21h (de Brasília) na Vila Belmiro, foi cercado de mistério e dúvidas. Enderson Moreira chamou todo o elenco para uma conversa antes de ir ao campo do CT Rei Pelé e deixou a imprensa do lado de fora. Após 30 minutos de papo, os jornalistas puderam entrar para acompanhar um treino sem Arouca e Edu Dracena.

O volante e o zagueiro foram poupados da atividade em função de desgaste físico, mas não devem ser problema para o jogo. Enquanto isso, Thiago Ribeiro virou a principal dúvida de Enderson para escalar o time.

Após um rachão descontraído, o atacante deixou o trabalho técnico acusando dores na lombar, local que o tirou da partida contra o Sport, mesmo após ter marcado um gol. Com isso, Gabriel assumiu a vaga no ataque, mas a confirmação de quem joga deve surgir apenas poucas horas antes do duelo válido pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Precisando da vitória para reagir na tabela e se recuperar da sexta derrota seguida fora de casa, Enderson deve voltar a armar o Santos com três atacantes e abdicar, temporariamente, de um quarto homem no meio de campo.

Já no fim da atividade, Enderson teve uma conversa separada com Robinho à beira do campo. O recém-contratado técnico do Santos sabe que vai precisar muito do talento do camisa 7 para ter vida longa no novo clube.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.