Tamanho do texto

No ano passado, Corinthians decepcionou no segundo turno, somou apenas 20 pontos e ficou próximo da zona da degola

Mano Menezes, técnico do Corinthians
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Mano Menezes, técnico do Corinthians

O Corinthians terminou o primeiro turno do Campeonato Brasileiro deste ano como havia feito em 2013: empate por 0 a 0 com um time da zona de rebaixamento e distância de dez pontos para o líder Cruzeiro. Como na temporada passada, a promessa é um aproveitamento melhor no returno.

"A equipe ficou entre as quatro primeiras no final do primeiro turno. Se quiser alguma coisa a mais, terá que produzir mais. É assim que se vive uma competição como essa", afirmou o técnico Mano Menezes, que, a cada jogo, vê a vaga na Copa Libertadores se aproximar da condição de único objetivo realista.

Com oito vitórias, impressionantes nove empates e duas derrotas, o time do Parque São Jorge tem 33 pontos e ocupa a quarta colocação, com 57,9% de aproveitamento. No ano passado, eram 30 pontos, também com nove empates, e um aproveitamento de 52,6%. A equipe estava em quinto lugar.Na ocasião, o técnico Tite projetou a conquista de 40 pontos no segundo turno para brigar pelo título. Somou 20, com a terceira pior campanha na metade derradeira. Ficou apenas na décima posição, campanha que levou a diretoria a trocar o comando, apostando na volta de Mano Menezes.

O gaúcho da vez prefere não fazer uma projeção, mas alimenta a esperança de incomodar o primeiro colocado. "A gente tem que pensar no Corinthians. O Cruzeiro vai pensar no Cruzeiro. Penso que, fazendo um segundo turno melhor em termos de aproveitamento, a gente pode se aproximar", disse Mano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.