As duas equipes foram derrotadas na rodada anterior, mas a situação do time paulista é muito mais complicada

Duas equipes que saíram derrotadas em suas últimas partidas se encontram nesta terça-feira, às 19h30, pela 21ª rodada da Série B do Brasileirão. É o caso de Santa Cruz e Portuguesa, que se enfrentam no Estádio do Arruda, em Recife.

No sábado, o Santa Cruz desperdiçou muitas oportunidades de gol – principalmente com o atacante Keno – e perdeu por 2 a 1 para o ABC-RN na Arena das Dunas, em Natal. O mesmo placar foi anotado no Canindé na última terça-feira, quando a Portuguesa foi derrotada pelo líder Joinville.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias da Série B do Brasileiro

Para esse duelo, o Tricolor do Arruda deve ter quatro mudanças em relação à equipe que perdeu em Natal. Os atletas Tony, que cumpriu suspensão automática, Sandro Manoel e Wescley, recuperados de lesão, são considerados titulares e a tendência é de que retornem ao time contra a Lusa. Com o retorno desses jogadores, o pressionado técnico Sérgio Guedes terá mais opções para a escalação da equipe. Sandro Manoel recupera a vaga de Memo, Emerson Santos deixa os titulares para o retorno de Wescley e Nininho deve sair da equipe para a entrada de Tony.

Este último, que habitualmente é o lateral-direito titular do Santa Cruz, retorna ao time justamente contra seu ex-clube, a Portuguesa.

“É meu ex-clube, mas mudou muita coisa em relação a quando eu estava lá. Só tem algumas peças que eu conheço. Se o professor precisar da minha ajuda, estou à disposição para ajudar”, afirmou o jogador, que continuou reforçando a importância de reconquistar o respaldo com a torcida. “Espero que a gente entre com a concentração alta, para vencer esse jogo que é muito importante. Principalmente para a gente pegar a confiança do torcedor e trazê-lo de volta ao Arruda para torcer por nós”, finalizou Tony.

Por outro lado, o zagueiro Everton Sena recebeu o terceiro amarelo contra o ABC e está suspenso para a partida de terça. Para o lugar do defensor, Renato Silva e Marllon brigam pela vaga. O vencedor da disputa interna formará dupla de zaga com Renan Fonseca.

Do lado do visitante, após a derrota em pleno Canindé diante do líder Joinville, Silas demonstrou satisfação com a melhora no rendimento da Portuguesa dentro de campo. Entretanto, lamentou a falta de poder de decisão da equipe, que saiu derrotada mesmo jogando melhor que o adversário.

“Se você pegar os números, principalmente do segundo tempo, vai ver que o Joinville jogou pouco. Tivemos o gol do Allan Dias, o chute na trave, e paciência para girar a bola, mas cometemos um único erro e acabamos pagando caro pelas chances perdidas”, explicou o técnico da Lusa.

O comandante também destacou o que acredita ser o maior problema da Lusa nessa edição da Série B: pontos desperdiçados. “A luta vai ser até o final, mas não estou preocupado com o desempenho dentro do campo. Só não podemos nos dar ao luxo de deixar de pontuar do jeito que foi contra o Joinville”, declarou.

O grupo comandado por Silas se reapresentou na manhã desta segunda-feira, no Canindé, já em preparação para o jogo no Arruda. O treinador organizou um rachão e deu enfoque aos treinos de finalização.

A Lusa vem desfalcada para o confronto, sem os atacantes Djalma, que ainda se recupera de uma lesão no adutor da coxa esquerda, e Serginho, que cumpre suspensão automática após o terceiro amarelo, o zagueiro Gustavo Tabalipa e o lateral-direito Alê, que se recupera de uma cirurgia no ligamento cruzado anterior do joelho direito.

Além dos desfalques temporários, o elenco da Portuguesa enfrenta uma baixa permanente após a rescisão do volante Marcos Assunção, que não aceitou a reserva e pediu para se desligar do clube na última terça-feira. Sem conseguir fazer da sua técnica nas bolas paradas uma arma eficiente para a Lusa, o jogador perdeu a titularidade.

Por outro lado, foram convocados os atletas Brinner, Marcelinho e o garoto Matheus, recém-promovido da base.

“Eu estou testando novos garotos que tem potencial. A volta do Brinner é muito importante, até porque compensa a saída do outro zagueiro. Vamos em busca de uma boa atuação para sair da nossa situação atual na tabela”, finalizou Silas.

Atualmente, o Santa Cruz ocupa a 12ª posição com 27 pontos, enquanto a Portuguesa está na vice-lanterna com apenas 17. O duelo entre as duas equipes acontece nesta terça-feira, às 19h30, no Estádio do Arruda, em Recife.

FICHA TÉCNICA
SANTA CRUZ x PORTUGUESA

Estádio: Arruda, Recife (PE)
Data: 09 de setembro de 2014, terça-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Antonio Denival de Morais (PR)
Assistentes: Diego Grubba Schitkovski (PR) e Diogo Morais (PR)

SANTA CRUZ: Tiago Cardoso; Tony, Renan Fonseca, Marllon (Renato Silva) e Renatinho; Sandro Manoel, Éverton Hora, Wescley e Natan; Léo Gamalho e Keno.
Técnico: Sérgio Guedes

PORTUGUESA: Rafael Santos; Régis, Luciano Castán, Brinner e Jean Motta; Jocinei, Bruno Piñatares, Allan Dias e Gabriel Xavier; Marcelinho e Alemão.
Técnico: Silas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.