Tamanho do texto

Lateral-direito estava na equipe nacional sub-21 e foi chamado por Dunga para o amistoso diante do Equador

Fabinho estava na concentração da Seleção Brasileira sub-21, no Catar, quando recebeu a informação de que deveria viajar aos Estados Unidos para se integrar ao grupo principal. Convocado para a vaga do cortado Maicon, o garoto teve dificuldade para convencer os companheiros de que não estava brincando.

Fabinho foi chamado por Dunga
Site oficial
Fabinho foi chamado por Dunga

"Eu estava jogando videogame com os meninos no quarto. Dei a notícia, e eles meio que não acreditaram de primeira. Depois, acabaram acreditando e me deram os parabéns. O pessoal da comissão técnica também veio me parabenizar", disse o lateral direito do Monaco, ainda um tanto incrédulo.

"Fui pego de surpresa. É algo incrível. Eu estava fazendo meu trabalho aqui com os garotos. Foi incrível! Agora, é dar o meu máximo com o grupo lá", comentou o jogador, que deixou cedo as categorias de base do Fluminense e é uma figura pouco conhecida no Brasil.Para Fabinho, o chamado serve de motivação para os jogadores da equipe sub-21, que vem sendo comandada por Gallo. Sua presença no grupo dirigido por Dunga é uma amostra de que a comissão técnica da formação principal está de olho nos atletas mais jovens.

"Sabemos que o Gallo tem contato com o Dunga, é uma coisa normal. Serve também para mostrar para os garotos que, a qualquer momento, eles podem ser convocados. É preciso estar sempre preparado", concluiu um sorridente Fabinho, em vídeo gravado pela CBF.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.