Na tentativa de reagir no Brasileirão e voltar ao G4, equipe carioca encara o Cruzeiro no Maracanã

Vivendo um momento tumultuado nas últimas semanas, o Fluminense busca a reação neste domingo com um desafio para lá de complicado. O rival da vez, em confronto válido pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, neste domingo, às 16 horas, no Maracanã, será o líder Cruzeiro , embalado por quatro vitórias consecutivas, sendo a mais recente por 4 a 2 sobre a Chapecoense, e que, com 42 pontos, segue disparado na ponta da tabela de classificação.

Fred vai encarar o ex-clube neste domingo, no Maracanã
Ruano Carneiro/ Agif/Gazeta Press
Fred vai encarar o ex-clube neste domingo, no Maracanã

Os mineiros, no meio de semana, conseguiram ainda bater o Santa Rita-AL por 2 a 1 e confirmaram a classificação para as quartas de final da Copa do Brasil.

Enquanto o Cruzeiro navega em mares tranquilos, o Fluminense sofre com maus resultados. Tropeços no Brasileirão tiraram o time, que soma trinta pontos, da zona de classificação para a Copa Libertadores. Reflexo da goleada de 5 a 2 para o América-RN, que custou a eliminação na Copa do Brasil. O quadro de crise se tornou mais nítido na quarta-feira, quando a derrota de 1 a 0 para o Goiás gerou a eliminação na Copa Sul-Americana.

O momento das duas equipes, porém, não terá interferência no jogo, na visão dos dois treinadores: "O Fluminense, mesmo com alguns resultados não esperados, continua sendo um grande time e vai nos causar muitos problemas. Não vamos ter facilidades, mas queremos vencer porque essa partida pode nos dar condições de começarmos o segundo turno com uma vantagem muito boa. Vamos em busca dos três pontos", disse Marcelo Oliveira, comandante do Cruzeiro.

Cristóvão Borges, técnico do Fluminense, também entende que a eliminação diante do Goiás não vai interferir no desempenho contra o líder do Brasileirão: "Ficamos tristes com o que aconteceu no meio de semana, mas isso não vai ter interferência em nosso futebol. Posso assegurar, pois temos maturidade e não estamos dispostos a desistir de nossos objetivos no Campeonato Brasileiro. O Cruzeiro tem um grande time e pode ser uma grande oportunidade de começarmos nossa reação".

Se os tricolores não vão ficar abatidos, pelo menos admitem que se sentem mais pressionados pelas eliminações na Copa do Brasil e na Copa Sul-Americana: "Temos que dar uma boa resposta dentro de campo e isso realmente é uma pressão, mas que não nos deixa abatidos. Muito pelo contrário, queremos lutar muito pela vaga na Copa Libertadores e quem sabe, com bons resultados, projetar algo melhor. Uma das duas coisas, título ou Libertadores, têm que vir", disse o meia Cícero.

Em relação ao que pode acontecer dentro do gramado, os cruzeirenses projetam a necessidade de uma boa estratégia para vencer: "O Fluminense tem jogadores experientes e muitos pontos fortes. Portanto, vamos precisar de uma boa estratégia para neutralizar o que eles têm de melhor. Só assim vamos conseguir impor nosso estilo e conquistar o resultado positivo, que é o nosso objetivo", analisou o zagueiro Leo.

As duas equipes têm muitos problemas para este jogo. No Fluminense, o volante Edson e o atacante Rafael Sóbis, ambos com lesão na coxa esquerda, e o volante Valencia, com lesão no joelho direito, foram vetados e seguem de fora. O goleiro Diego Cavalieri, lutando contra uma gastroenterite, também não vai a campo e Kléver assume o gol outra vez. Carlinhos, com fisgada na coxa esquerda, é dúvida. Caso ele não jogue, Chiquinho atuará improvisado na lateral esquerda, uma vez que Wágner, preservado contra o Goiás, retorna.

No Cruzeiro, o lateral esquerdo Egídio, com a mão esquerda fraturada, foi vetado e Miguel Samudio assume a posição. O meio-de-campo porém é o setor mais debilitado. Lucas Silva está servindo à Seleção Brasileira sub-21, enquanto que Éverton Ribeiro e Ricardo Goulart se encontram com Dunga para amistosos nos Estados Unidos. Sendo assim, Nilton atuará ao lado de Henrique na proteção aos zagueiros, enquanto que Marlone, Júlio Baptista e Dagoberto terão a missão de municiar Marcelo Moreno.

O técnico Marcelo Oliveira tratou de passar confiança àqueles que vão substituir os titulares contra o Tricolor Carioca: "O ideal é jogar com uma frequência maior com a mesma escalação. Mas, na ausência de jogadores, não sou de lamentar muito, mas, sim, de valorizar aqueles que vão entrar. Tenho certeza que vão jogar bem".

Já o atacante Júlio Baptista espera encontrar algumas dificuldade por conta da falta de entrosamento, mas assim como o seu comandante, confia no grupo cruzeirense: "Talvez a gente encontre, sim, dificuldade, porque os times cada vez mais jogam fechados contra a gente, o que dificulta nosso trabalho. Mas temos um grupo forte para isso. Jogando na minha posição, sempre espero render aquilo que eu posso, aquilo que eu sei. Isso é o mais importante".

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE-RJ X CRUZEIRO-MG

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 7 de setembro de 2014 (Domingo)
Horário: 16h(de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Marcelo Bertanha Barison (RS) e José Antônio Chaves Franco Filho (RS)

FLUMINENSE: Kléver, Bruno, Henrique, Elivelton e Carlinhos (Chiquinho); Diguinho, Jean, Cícero, Wágner e Darío Conca; Fred
Técnico: Cristóvão Borges


CRUZEIRO: Fábio, Mayke, Dedé, Leo e Miguel Samudio; Nilton, Henrique, Willian, Júlio Baptista e Marlone; Marcelo Moreno
Técnico: Marcelo Oliveira

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.