Tamanho do texto

Meia do Corinthians fez boa partida contra o Fluminense e foi novamente decisivo na classificação do time diante do Bragantino nas oitavas da Copa do Brasil

Renato Augusto comemora gol do Corinthians no duelo com o Bragantino pela Copa do Brasil
Gazeta Press
Renato Augusto comemora gol do Corinthians no duelo com o Bragantino pela Copa do Brasil

Depois de entrar muito bem no empate com o Fluminense, Renato Augusto se escalou para o perigoso confronto com o Bragantino e foi decisivo na vitória por 3 a 1 do Corinthians , classificado às quartas de final da Copa do Brasil . O meia abriu o placar com um golaço, articulou o time, cruzou as bolas para os outros dois gols e saiu do campo bem satisfeito.

"Acho que pude jogar no meu alto nível. Estou voltando a jogar no meu alto nível. O torcedor está feliz, o Mano está feliz, mas ninguém vai estar mais feliz do que eu. Só eu sei o que sofri para estar aqui hoje, fazendo grandes jogos", afirmou o jogador, no momento livre de seus recorrentes problemas físicos.

Elogiado pelo técnico Mano Menezes, o camisa 8 falou na importância de manter o bom momento. Ele já teve grandes partidas desde que chegou ao Corinthians, no início de 2013, sempre perdendo o embalo por contusões ou por estágios técnicos ruins, resultantes de falta de confiança.

"Acho que é uma sequência. Não adianta fazer um grande jogo e não ter uma sequência boa. Estou fazendo uma sequência muito bem e espero manter isso para ajudar o Corinthians ainda mais", comentou Renato, preocupado em seguir livre de lesões e em seu alto nível.

"Acabei dando uma brecha quando senti o incômodo (no joelho), e o Petros entrou no meu lugar. É importante a gente ter um elenco muito forte. Um dia, vou jogar; no outro, o Jadson; no outro, o Lodeiro. O importante é que eu consiga manter a qualidade e o grupo consiga manter a qualidade", concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.