Grupo político do Santos defende auditoria nas contas do clube e revisão de contrato com parceira de material esportivo

Chapa de oposição, a Resgate Santista apresentou na noite da última terça-feira, em um hotel em Santos , algumas propostas que devem compor o plano de governo para às eleições do clube, em dezembro. A associação, por sua vez, ainda não confirmou se vai lançar candidato próprio ou se apoiará outro grupo político.

Leia também:  Grupo que rompeu com a atual gestão, Resgate Santista diz ter bônus para voltar

Reunião da Regaste Santista, em Santos, contou com outros opositores
Divulgação
Reunião da Regaste Santista, em Santos, contou com outros opositores

"A Resgate Santista está se reunindo há cerca de três meses com seus associados e discutindo um planejamento adequado para o Santos Futebol Clube. Achamos que este é o momento oportuno para abrir o debate com todos os torcedores a fim de reunir ideias e enriquecer as propostas", disse o presidente Fábio Vianna.

Entre as ideias da Resgate Santista, a primeira delas é implementar uma auditoria nas contas do Santos e lançar um site que apresente todas as transações, semelhante ao Portal Transparência do Governo Federal. Outro ponto levantado é o acordo com a parceira Netshoes. O grupo critica a qualidade dos uniformes e distribuição em lojas.

"Nossa reunião foi muito proveitosa. Todos tiveram oportunidade de falar e expor seus pontos de vista, sempre respeitando a opinião alheia. A partir de agora, faremos mais reuniões como essa, também em São Paulo. Estamos convidando todos os torcedores para participarem", completou.

O encontro contou com a participação de membros de outros grupos santistas opositores. Estavam presentes Orlando Rollo e Netinho (Terceira Via Santista), Aldo Neto (União Santista), Alessandro e Celso Leite (R9), João Vicente Gazolla (Tradição Santista).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.