Clube gaúcho briga na parte de cima da tabela na competição nacional, enquanto baianos figuram na zona de rebaixamento

Embora não admitam publicamente, Internacional e Bahia farão sua estreia na Copa Sul-Americana com a cabeça no Campeonato Brasileiro. A partida desta quarta-feira, no Beira-Rio, às 22h, reunirá duas equipes que vivem no certame nacional situações muito distintas: o time gaúcho é o 3º colocado e quer se reaproximar do líder Cruzeiro, enquanto o baiano, penúltimo, luta contra o rebaixamento.

Apesar dessa disparidade no Brasileirão, na Sul-Americana ambos entram em total igualdade de condições. Tanto o Inter quanto o Bahia podem poupar alguns titulares para a partida deste meio de semana. O time gaúcho enfrentará uma dura sequência de jogos, e alguns titulares mais experientes, que sofrem com o desgaste físico, podem ser preservados. No caso baiano, a prioridade na viagem a Porto Alegre é a partida de domingo, contra o Grêmio, pelo torneio nacional.

Entre os nomes que devem desfalcar o Inter, D’Alessandro é o mais importante. O meia levou o terceiro amarelo e não poderá enfrentar o Palmeiras, sábado, pelo Brasileirão. O plano inicial era forçar a suspensão para atuar diante do Bahia, mas dores musculares o deixarão de fora. Juan, Alex e até o goleiro Dida podem dar lugar a jogadores mais jovens. O lateral-direito Wellington Silva, com lesão muscular, ficará 30 dias parado.

Outro problema para o técnico Abel Braga é o volante Willians, que ainda se recupera de lesão na coxa esquerda. A tendência é que Ygor e Wellington formem a dupla de volantes. Para substituir D’Alessandro, Valdívia é o nome mais provável. O centroavante Rafael Moura, em má fase técnica, também será preservado, com Wellington Paulista recebendo uma chance na equipe.

No Bahia, o técnico Gilson Kleina não fala abertamente em poupar titulares para o jogo desta quarta, mas a possibilidade existe. O treinador ressaltou, após o empate em 0 a 0 com o Atlético-PR no último domingo, que a prioridade do clube neste momento é escapar do rebaixamento: "Temos que levar um resultado que nos permita brigar de igual para igual em Salvador, mas domingo já tem o Grêmio, pelo Brasileiro, que é o que nos interessa", explicou.

Esta não será a primeira vez que Bahia e Internacional se encontrarão por uma competição continental. Depois de decidirem o Brasileirão de 1988, os dois clubes se encontraram na Libertadores de 1989. Os baianos ganharam os dois jogos na primeira fase, mas acabaram eliminados pelo Internacional nas quartas de final: no Beira-Rio, Inter 1 a 0; na Fonte Nova, empate sem gols.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL x BAHIA

Local : Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data : 27 de agosto de 2014, quarta-feira
Horário : 22h (de Brasília)
Árbitro : Christian Ferreyra
Assistentes : Miguel Nievas e Richard Trinidad (trio uruguaio)

INTERNACIONAL : Muriel; Cláudio Winck, Paulão, Ernando e Fabrício; Ygor, Wellington, Valdívia, Alan Patrick e Jorge Henrique; Wellington Paulista
Técnico : Abel Braga

BAHIA: Marcelo Lomba, Roniery, Demerson, Titi e Guilherme Santos; Fahel, Rafael Miranda, Léo Gago e Emanuel; Maxi Biancucchi e Kieza
Técnico :
Gílson Kleina

Além de Internacional e Bahia, outros seis jogos completam os jogos desta quarta-feira pela competição:

18h (de Brasília) - Cobresal (CHI) x Diaz (PAR)
18h (de Brasília) - Independente Del Valle (EQU) x Trujillanos (VEN)
20h30 (de Brasília) - Libertad (PAR) x Nacional Potosí (BOL)
20h30 (de Brasília) - River Plate (URU) x U. Catolica (CHI)
23h (de Brasília) - Atl. Nacional (COL) x La Guaira (VEN)
23h (de Brasília) - Alianza Lima (PER) x Barcelona SC (EQU)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.