Tamanho do texto

Técnico do Corinthians faz questão de lembrar do feito alcançado pelo Bragantino na fase anterior da Copa do Brasil

Mano Menezes, técnico do Corinthians
Luís Moura/Gazeta Press
Mano Menezes, técnico do Corinthians

O técnico Mano Menezes tem sido bastante respeitoso com o Bragantino, adversário do Corinthians nas oitavas de final da Copa do Brasil. Nesta terça-feira, por exemplo, ele lembrou mais de uma vez que o time do interior paulista eliminou o São Paulo.

"Isso já dá uma ideia de que tamanho não é documento. O que vale é o jogo disputado em campo. Temos passado para a nossa equipe informações daquele Bragantino que vimos diante do São Paulo, que é diferente do Bragantino da Série B", comentou Mano.

Apesar de aparecer na zona de rebaixamento da Série B, o Bragantino surpreendeu o São Paulo na fase anterior da Copa do Brasil com uma vitória por 3 a 1 no Morumbi. Antes, havia sido derrotado por 2 a 1 em Ribeirão Preto.

"Tenho dito que a Série B pode passar uma ideia errada da capacidade da equipe. Não podemos cair nessa para não ter o mesmo destino de outros", insistiu Mano, com a queda são-paulina em mente.

No gramado da Arena Pantanal, no entanto, o técnico quer uma postura digna de quem acredita que tamanho é, sim, documento. "Propor o jogo é responsabilidade do Corinthians", avisou. "Adversários como o Bragantino têm uma ideia muito clara de como querem jogar. Eles se retraem em seu campo e saem em velocidade com vários jogadores", concluiu.

Mistério

Mano Menezes não abriu mão de mais um treinamento sem a presença da imprensa na véspera da partida contra o Bragantino. A escalação do Corinthians para o jogo, embora sem muitas dúvidas, está indefinida.

"Só amanhã", avisou Mano, sorrindo. "A privacidade é para que a gente possa trabalhar e corrigir os erros com tranquilidade, sem expor esse ou aquele atleta. A intimidade é importante para nós", finalizou.

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.