Time mineiro venceu os paulistas por 3 a 0 e manteve o ótimo desempenho em casa na Série B: 100% como mandante

O torcedor americano que foi ao Independência nesta sexta-feira acompanhou um jogo de muito equilíbrio entre América-MG e Ponte Preta. O time mineiro, porém, foi mais esperto que o paulista e aproveitou as chances que teve para vencer por 3 a 0, mantendo o aproveitamento de 100% jogando em casa na Série B do Brasileiro. Os mineiros ainda acabaram com a sequência de cinco partidas sem derrota da equipe de Campinas.

O primeiro gol do jogo foi anotado por Diney, em jogada criada pelo estreante da noite, Renan Oliveira. No segundo tempo, Obina mostrou o faro de gol e ampliou o placar, com Doriva fechando a contagem. Com a vitória, o América-MG chegou aos 32 pontos e provisoriamente assumiu a ponta da tabela de classificação. Para seguir na liderança, precisa torcer por tropeços de Vasco, Ceará e Avaí.

Na sequência da Serie B do Brasileiro, o América-MG terá compromisso contra o Sampaio Corrêa, partida marcada para a próxima sexta-feira, no Castelão, em Fortaleza. Já a Ponte Preta só volta a campo no dia 30 de agosto para receber o Náutico, no Moises Lucarelli, em Campinas.

FICHA TÉCNICA  -  AMÉRICA-MG 3 X 0 PONTE PRETA
Local : Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data : 22 de agosto de 2014, sexta-feira 
Horário : 19h30 (de Brasília) 
Árbitro : Dewson Fernando Fretas da Silva (PA) 
Assistentes : Hélcio Araújo Neves (PA) e Luís Diego Nascimento Lopes (PA) 
Cartões amarelos : (América-MG) Tchô, Leandro Guerreiro, Andrei Girotto, Elsinho, Vitor Hugo (Ponte Preta) Tiago Alves, Rossi

GOLS
AMÉRICA-MG : Diney, aos dez minutos do primeiro tempo; Obina, aos 18 e Doriva, aos 25 minutos do segundo tempo

AMÉRICA-MG : Fernando Leal; Elsinho (Thiago Santos), Renato Santos, Vitor Hugo e Gilson; Leandro Guerreiro, Andrei Girotto, Renan Oliveira e Tchô (Doriva); Diney (Bruninho) e Obina
Técnico : Moacir Júnior

PONTE PRETA : Roberto, Rodinei, Tiago Alves, Diego Sacoman e Juninho; Fernando Bob, Elton (Gilvan) e Adrianinho (Edno); Roni, Cafu (Rossi) e Rafael Costa
Técnico : Guto Ferreira

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.