Contratação da gestão passada, ex-jogador do Botafogo-SP disputou cinco partidas pelo clube do Morumbi, mas nenhuma como titular. Equipe encara o Internacional no Beira-Rio

Há mais de quatro meses no São Paulo , Hudson deverá receber diante do Internacional sua primeira chance como titular. Graças à suspensão de Souza e da baixa de Maicon, com tendinite na coxa direita, o melhor volante do Paulistão 2014 surge como única opção para formar o meio-campo ao lado de Denilson para o duelo frente ao Internacional, pela 16ª rodada do Brasileirão .

Luis Fabiano volta a correr no gramado e Ceni vira dúvida para enfrentar o Inter

"Estou me sentindo bem e tenho realizado todas as atividades. Já estou adaptado ao clube e à espera de uma oportunidade", disse o jogador ao site do clube, dizendo-se preparado caso seja finalmente escolhido por Muricy Ramalho.

Hudson, volante do São Paulo
Rubens Chiri/São Paulo
Hudson, volante do São Paulo

Não partiu do treinador a indicação de sua contratação. Destaque do Campeonato Paulista pelo Botafogo de Ribeirão Preto, o volante foi contratado por esforço pessoal de João Paulo de Jesus Lopes, então vice-presidente na gestão do presidente Juvenal Juvêncio, antecessor de Carlos Miguel Aidar. Na diretoria atual, Jesus Lopes é vice de administração e finanças.

Com a negociação em andamento, Muricy chegou a dizer que não tinha interesse no atleta. Assim que ela se concretizou, o treinador alegou ter mentido para não valorizá-lo. "Se eu tivesse falado que estava interessado, dobraria o valor. Ele veio do jeito que a gente queira, com salário baixo e até o fim do ano. Não fazemos loucura", explicou-se, mais tarde.

O fato é que, apesar de ter sido elogiado na ocasião de sua chegada, Hudson ainda não foi verdadeiramente aproveitado. Foram apenas cinco jogos (contra Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Atlético-PR e Palmeiras), em todos eles entrando no segundo tempo - a maioria nos minutos finais, inclusive, para gastar tempo com uma substituição.

Hudson treinou entre os titulares na manhã desta terça-feira, véspera do duelo com o Internacional, no estádio Beira-Rio. Uma vez mais, Muricy Ramalho deu ênfase às jogadas de bolas paradas, grande problema do São Paulo nas últimas partidas.

O elenco tricolor viaja para Porto Alegre às 15h30 desta terça. A partida com o Inter será às 21h50 (de Brasília) de quarta.

Rogério Ceni treina e pode jogar

A única dúvida com relação ao time do São Paulo que irá entrar em campo no Beira-Rio é o goleiro Rogério Ceni. Com dores musculares na coxa direita, cogitou-se que o camisa 1 não atuasse. No entanto, ele participou normalmente do treino e deve jogar.

A equipe que irá a campo é esperada para ser Rogério Ceni; Paulo Miranda, Edson Silva, Rafael Tolói e Alvaro Pereira; Hudson, Denilson, Ganso e Kaká, Alexandre Pato e Alan Kardec.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.