Reserva do veterano Júlio César no time que fracassou na Copa do Mundo, goleiro do Botafogo foi lembrado para os amistosos contra Colômbia e Equador, em setembro, nos Estados Unidos

Jefferson foi convocado para as partidas da seleção brasileira contra Colômbia e Equador
Flickr/Botafogo
Jefferson foi convocado para as partidas da seleção brasileira contra Colômbia e Equador

Jefferson ficou bastante animado com a primeira convocação de Dunga após suceder Luiz Felipe Scolari no comando da seleção brasileira. Reserva do veterano Júlio César no time que fracassou na Copa do Mundo 2014, o goleiro do Botafogo foi lembrado para os amistosos contra Colômbia e Equador, em setembro, nos Estados Unidos, e já se posicionou como o novo titular da sua posição.

Dunga chama destaques do Brasileirão e rejeitados da Copa em sua primeira lista

"É um dia muito especial. Chegou o momento de buscar a titularidade da seleção brasileira. Pela experiência que tenho, é a hora de mostrar que possuo totais condições de ser o titular", avisou Jefferson, de 31 anos, ao SporTV .

Auxiliado pelo ex-goleiro Taffarel, novo preparador da Seleção, Dunga chamou o ex-santista Rafael (hoje no Napoli, da Itália) para ser o concorrente de Jefferson. "Com todo o respeito ao Rafael e a outros que poderiam estar lá, vou fazer o meu trabalho e mostrar ao Dunga que tenho condições de ser o titular", insistiu o botafoguense.

Jefferson lembrou que, apesar de estar na expectativa, ainda não havia recebido um indício de sua convocação, anunciada nesta terça-feira. E preferiu deixar de lado o passado sob o comando de Felipão. Classificou a traumática goleada por 7 a 1 para a Alemanha, que teve Júlio César em campo, como "um jogo atípico".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.