Diretoria fechou acordo com a Arena Pantanal, palco de quatro jogos da Copa do Mundo, e depende apenas do aval da CBF

O Bragantino decidiu mandar fora do Estado de São Paulo sua partida contra o Corinthians , pelas oitavas de final da Copa do Brasil. A diretoria fechou acordo com a cidade de Cuiabá para o confronto e depende apenas da confirmação da CBF.

Atlético-PR, Atlético-MG, Corinthians, Flamengo e Santos decidem vaga em casa

A decisão foi tomada pelo presidente da equipe de Bragança, Marquinhos Chedid. Ele já havia tirado da cidade o embate com o São Paulo, pela fase anterior, escolhendo Ribeirão Preto como casa. Para o confronto marcado para a quarta-feira da próxima semana, 27 de agosto, ele vê potencial de público maior.

Vista geral da Arena Pantanal, em Cuiabá, usado na fase de grupos da Copa do Mundo
Buda Mendes/Getty Images
Vista geral da Arena Pantanal, em Cuiabá, usado na fase de grupos da Copa do Mundo

A ideia do Bragantino é conseguir uma renda maior com bilheteria, atraindo o público local para a Arena Pantanal, com capacidade de quase 40 mil pessoas. Nos jogos do time como mandante em seu Nabi Abi Chedid, na Série B do Campeonato Brasileiro, a média não chega a mil torcedores.

"O Corinthians atrai um grande público por onde passa. O estádio é bom, padrão Fifa, tem um gramado de boa qualidade, que foi utilizado na Copa do Mundo. Não vejo motivo para não aceitarem", disse o dirigente, esperançoso, apesar de abrir mão do mando de campo, em nova zebra.

Derrotado como mandante em Ribeirão Preto, o Bragantino surpreendeu o São Paulo no Morumbi para avançar às oitavas de final. Contra o Corinthians, a partida de volta está marcada para 3 de agosto, em Itaquera, sem a presença dos convocados Gil e Elias. Lodeiro e Romero também deverão desfalcar a equipe da casa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.