Tamanho do texto

Vitória de virada sobre o São Paulo no Morumbi reverteu o cenário do duelo e classificou time às oitavas da Copa do Brasil

Paulo César Gusmão fez história sob o comando do Bragantino na noite desta quarta-feira. Em poucos dias de trabalho na equipe do interior paulista, o treinador conquistou um resultado histórico: derrotou o São Paulo por 3 a 1 no Morumbi , reverteu a vantagem do oponente e avançou às oitavas de final da Copa do Brasil. Para conquistar o feito, o comandante revela que o principal foi ter confiança.

"Acreditar, tem que sempre acreditar. Eu digo o seguinte: respeitar é importante, mas não podemos temer. Tem que jogar sempre com vontade de vencer, independente do local da partida. Tínhamos um time com uma entrega muito grande, mas que precisava mostrar a qualidade que tinha, e conseguiu", revelou PC Gusmão, ainda no gramado do Morumbi, comemorando a classificação.

Para exemplificar sua confiança no surpreendente resultado desta quarta-feira, o treinador falou sobre a escalação que escolheu para encarar o São Paulo no Morumbi. Com apenas um volante de marcação no meio de campo, preferiu ter dois meias para chegar com velocidade ao ataque e colocou três homens na linha de frente.

"Jogamos com três atacantes, com apenas um volante e dois armadores no meio de campo, e uma linha de quatro jogadores atrás. O time produziu muito bem. Dez dias de trabalho ainda é muito pouco para que eles possam assimilar tudo o que a gente quer passar, mas todos estão de parabéns", completou o comandante do Bragantino, que ainda tem uma dura missão na Série B do Brasileiro.

Se o time do interior paulista conquistou um resultado histórico pela Copa do Brasil, a realidade no outro campeonato nacional é bem diferente. Com apenas 13 pontos conquistados nas primeiras 15 rodadas da Série B, o Bragantino é apenas o 18º colocado e figura na zona de rebaixamento da competição.