Em 2002, clube do Palestra Itália flertava com rebaixamento no Brasileirão e, no Morumbi, perdeu para o rival por 3 a 0. Em outras situações, porém, conseguiu se reerguer após clássico

São Paulo venceu Palmeiras no último clássico em que o time alviverde estava em crise
Gazeta Press
São Paulo venceu Palmeiras no último clássico em que o time alviverde estava em crise

A lembrança não é das mais agradáveis para o torcedor do Palmeiras . Na última vez que o clube do Palestra Itália enfrentou o São Paulo enquanto passava por uma crise, o final foi triste: vitória são-paulina por 3 a 0 no Campeonato Brasileiro de 2012. Este é o cenário que o técnico Ricardo Gareca tentará evitar no próximo domingo, quando os rivais ficarão frente a frente em clássico pela 15ª rodada do Brasileirão 2014, no Pacaembu.

Confira tabela e classificação completas do Campeonato Brasileiro 2014

A partida foi em 6 de outubro de 2012. O Palmeiras, já na zona de rebaixamento, ensaiava sua recuperação. Então dirigido por Gilson Kleina, o time vinha de vitória sobre a Ponte Preta. O São Paulo tentava se aproximar do G4.

O atacante Luis Fabiano retornou de lesão muscular para marcar dois gols e decidir o Choque-Rei a favor dos tricolores - Denilson, em belo chute de longa distância, completou o placar. Após a derrota, os palmeirenses ficaram a seis pontos de distância do último clube fora do Z4 e de lá não saíram mais. Caíram a Série B em 2013.

Hoje o Palmeiras não vive situação tão dramática, mas o sinal de alerta já está aceso. A equipe de Gareca está sem vencer no Brasileirão desde a sexta rodada e despencou da quarta para a 14ª colocação. A distância para a zona da degola é de um ponto. Para a lanterna, dois. O São Paulo, como naquela ocasião, caça as primeiras posições: é o quinto, três pontos atrás do G4.

Palmeiras já usou rival para sair de crise

Desavença com Salvador Hugo Palaia fez Tite sair do Palmeiras em 2006 antes de clássico com o São Paulo
Gazeta Press
Desavença com Salvador Hugo Palaia fez Tite sair do Palmeiras em 2006 antes de clássico com o São Paulo

Apesar da mais recente lembrança ser triste para os palmeirenses, o clube do Palestra Itália também já conseguiu de recuperar de crises às custas do rival. Durante o Brasileirão 2006, uma desavença entre Tite e o então gerente de futebol Salvador Hugo Palaia provocou a saída do treinador. No entanto, mesmo comandado pelo interino Marcelo Villar, o Palmeiras derrotou o São Paulo por 3 a 1 em Presidente Prudente e se reergueu.

Quatro anos mais tarde, mas pelo Paulistão, a diretoria alviverde demitiu o técnico Muricy Ramalho dias antes de pegar os são-paulinos. A decisão fez com que o diretor de futebol Toninho Cecílio pedisse as contas. Antônio Carlos chegou para comandar o time e venceu por 2 a 0 no Parque Antárctica.

Já em 2002, ano do primeiro rebaixamento do Palmeiras à Série B do Campeonato Brasileiro, os rivais empataram em 1 a 1. O resultado não interferiu na campanha tricolor, que acabou a primeira fase daquela edição na liderança. Mas foi determinante na queda alviverde.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.