Tamanho do texto

Lateral-esquerdo argentino tenta liberação do clube português e vem faltando aos treinamentos nos últimos dias

Marcos Rojo (centro) é abraçado por Mauricio Nascimento (à esquerda) e Andre Martins após marcar gol do Sporting
Reuters
Marcos Rojo (centro) é abraçado por Mauricio Nascimento (à esquerda) e Andre Martins após marcar gol do Sporting

O Sporting tenta deixar claro que não facilitará a saída do lateral esquerdo Marcos Rojo, que já manifestou o desejo de se transferir para o Manchester United, da Inglaterra. Para pressionar o clube português, o argentino inclusive deixou de comparecer aos treinamentos dos últimos dias.

Além de Rojo, o Sporting enfrenta problemas para segurar o atacante argelino Islam Slimani, que também tenta forçar uma transferência (Schalke 04-ALE, West Ham-ING, Leicester-ING e Trabzonspor-TUR estariam interessados no jogador africano).

"Os dois jogadores tomaram decisões que provocaram fortes ações disciplinares internas. Eles podem fazer o que quiserem, mas isso só complica suas situações", disse Bruno de Carvalho, presidente do Sporting, que aproveitou para aconselhar os jogadores. "Não usem a imprensa, sejam profissionais".

Carvalho, que já descartou a presença de Rojo e Slimani na estreia do Sporting no Campeonato Português - contra a Acadêmica, no próximo sábado -, não descarta a permanência dos jogadores no clube. "Podem terminar precisando cumprir seus contratos de três anos".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.