Time procura aproveitar o fator casa para seguir subindo no Brasileirão, ao passo que o rival luta contra o rebaixamento

Chapecoense empatou com o Atlético-MG no meio de semana
Alan Pedro/Getty Images
Chapecoense empatou com o Atlético-MG no meio de semana

Neste domingo, a Chapecoense recebe o Figueirense na Arena Condá, no seu terceiro duelo seguido em Chapecó. A equipe empatou com o Atlético-MG em 1 a 1 na última rodada e não quer saber de perder pontos em casa, enquanto o rival vem embalado por uma vitória por 3 a 0 diante do Sport e busca mais um triunfo para sair da zona de rebaixamento.

A última vez que os clubes catarinenses se enfrentaram foi em fevereiro desse ano, em Chapecó, onde empataram em 0 a 0 pelo Catarinense. Na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, a Chapecoense ocupa a 12ª posição, com 15 pontos, enquanto o Figueirense está em 18º lugar, com 10 pontos.

O volante Abuda vê a vitória do Figueira sobre o Sport como um fator para redobrar a atenção do elenco chapecoense nas quatro linhas. "Eles vão vir empolgados, principalmente por causa dessa vitória, e precisam pontuar, por isso acho que vão para cima. A gente tem que ser forte na marcação e inteligente. Buscar o primeiro gol e depois sair nos contra-ataques", disse o atleta.

Na sequência de jogos em casa, o apoio a torcida tem sido um diferencial. Abuda ressaltou a importância dos torcedores e pediu que eles comparecessem em peso na Arena.

"É um adversário que está brigando diretamente conosco. Eles têm que sentir o nosso caldeirão aqui na Arena Condá. Com a ajuda da torcida, a gente tem tudo para buscar a vitória’", afirmou.

Para o duelo, o interino Celso Rodrigues não deve ter à sua disposição o zagueiro Neuton, que sentiu uma dor na panturrilha esquerda na partida contra o Galo e foi substituído por Ednei no segundo tempo. Rodrigo Biro também é opção para o setor. No treino desta sexta, o meia Nenén sentiu um desconforto muscular, não trabalhou com bola e é dúvida para o confronto. Já o volante Ricardo Conceição está recuperado e treinou normalmente, mas não deve ser titular.

O Figueirense está a apenas três pontos do Botafogo, primeiro time fora da degola. A equipe de Florianópolis precisa buscar um bom resultado para sair da zona de sufoco. O zagueiro Marquinhos, que nunca jogou na Arena Condá, sabe da dificuldade do duelo do fim de semana.

Figueirense bateu o Sport na última rodada
Eduardo Valente/Gazeta Press
Figueirense bateu o Sport na última rodada

"Vai ser uma partida muito difícil. Sabemos que jogar em Chapecó é muito complicado, porém, temos condições de vencer, mas só conseguiremos isso se mantermos a pegada e o ritmo com que jogamos o último jogo. O time está bem, motivado, porque o Argel tem feito isso com a gente", declarou.

A equipe terá seis desfalques para a partida: Kleber, Nem, Alex, Mazola, Guilherme Lazaroni e França estão no Departamento Médico e não viajam a Chapecó. Mesmo assim, o meia Giovanni Augusto, que se recuperou recentemente de uma lesão na lombar e segue buscando espaço, está confiante e aposta num grande duelo contra o rival.

"Conhecemos bem a equipe deles, e sabemos das dificuldades que vamos enfrentar lá. Mas nosso time está numa crescente e tenho certeza que será um grande jogo. Esperamos chegar lá e jogar um bom futebol, estou muito confiante", comentou.

Chapecoense e Figueirense se enfrentam neste domingo, às 18h30 (de Brasília), em partida válida pela 15ª rodada da Série A.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE X FIGUEIRENSE

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 10 de agosto de 2014, domingo
Horário: 19h30
Árbitro: Igor Junior Benevenuto (MG)
Assistentes: Nadine Schramm Camara Bastos (SC) e Helton Nunes (SC)

CHAPECOENSE: Danilo; Fabiano, Rafael Lima, Jaílton, Edinei; Wanderson, Dedé, Camilo e Abuda; Bruno Rangel e Fabinho Alves
Técnico: Celso Rodrigues

FIGUEIRENSE: Tiago Volpi; Leandro Silva, Marquinhos, Thiago Heleno, Cereceda; Paulo Roberto, Rivaldo, Marco Antônio, Léo Lisboa; Ricardo Bueno e Jean Carlos
Técnico: Argel Fucks

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.