Última partida do meia no estádio com a camisa do São Paulo foi em 9 de agosto de 2003, no triunfo por 3 a 1 sobre o Juventude. Neste domingo ele encara o Vitória

O torcedor do São Paulo certamente não se lembra, mas o dia 9 de agosto é marcante para a história de Kaká no clube paulista. Há exatos 11 anos, em 2003, o meia fez sua última partida no estádio do Morumbi. No próximo domingo o craque reestreia em casa no jogo contra o Vitória, válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro .

Kaká se despediu da equipe que o revelou na vitória por 3 a 1 sobre o Juventude, duelo do Brasileirão 2003. O camisa 8 não marcou e foi substituído por Marco Antônio. Carlos Alberto e Diego Tardelli, este duas vezes, fizeram os gols tricolores.

Leia:  Ansioso por reestreia em casa, Kaká vê São Paulo com elenco para disputar título

Kaká se despediu do São Paulo em 2003 sem gols, mas com vitória por 3 a 1 sobre o Juventude
Gazeta Press
Kaká se despediu do São Paulo em 2003 sem gols, mas com vitória por 3 a 1 sobre o Juventude

De lá para cá, ganhou com Milan o prêmio de melhor jogador do mundo em 2007 e defendeu o Real Madrid, antes de retornar ao time italiano. No Morumbi, palco de seus primeiros passos entre os profissionais, foi só um título: o Torneio Rio-São Paulo de 2001. Talvez pela sede de conquistas o craque, que marcou 32 gols no estádio, não esconde a ansiedade de entrar logo em campo.

“Meu vínculo com o São Paulo vai além do campo, é institucional. Fui criado nas categorias de base e cheguei ao topo do futebol mundial. Esse é o vínculo que tenho com o São Paulo, nada me impeça de ter novas conquistas”, afirmou Kaká.

Kaká está confirmado por Muricy Ramalho para jogo contra o Vitória
Site Oficial/saopaulofc.net
Kaká está confirmado por Muricy Ramalho para jogo contra o Vitória

“As lembranças do Morumbi são ótimas, muito felizes. Me lembro de quando eu era dente-de-leite e fiz meu primeiro gol contra o Pequeninos do Jóquei, de cabeça. Meu primeiro gol profissional contra o Santos, a estreia num empate em 0 a 0 com o Botafogo. Muita gente pensa que estreei na final do Rio-São Paulo que fiz dois gols contra o Botafogo, mas não. Foi num empate sem gols Minhas recordações do Morumbi são excelentes e não vejo a hora de continuar com essas memórias”, completou o meia.

Leia: São Paulo planeja transformar Ceni em técnico a partir de 2016, diz Aidar

O craque já balançou as redes em seu retorno ao clube – foi dele o gol de honra na derrota por 2 a 1 para o Goiás, no Serra Dourada. Mas, como ele mesmo diz, atuar em casa é mais gostoso.

“Jogar em casa é sempre melhor, mais agradável. Esses 32 gols mostram minha alegria que era jogar no Morumbi. Fazer aquele gol (contra o Goiás) fez passar toda a história da minha carreira na minha cabeça. Fazer um gol no Morumbi, com amigos e familiares presentes, vai ser emocionante”, falou Kaká.

O São Paulo recebe o Vitória às 18h30 deste domingo. A equipe paulista ocupa a sétima colocação no Brasileirão, com 20 pontos. Com 14, o time baiano é o 14º na tabela.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.