Contratado recentemente, meia disse que time está se remontando e, por isso, é mais difícil o entrosamento

Dinélson foi contratado recentemente para reforçar a Portuguesa na Segundona
Carlos Ferreira/Divulgação
Dinélson foi contratado recentemente para reforçar a Portuguesa na Segundona

No começo do ano, Dinélson jogava pelo Red Bull Brasil e participou do acesso da equipe à Série A1 do Campeonato Paulista. Agora na Portuguesa, o meio-campista espera poder ajudar o clube a sair da parte de baixo da tabela da Segundona e conquistar, assim, uma vaga entre os quatro classificados à elite do futebol nacional. Tarefa difícil.

Em penúltimo lugar na tabela do Campeonato Brasileiro Série B, a Portuguesa está a 19 pontos do líder Ceará e precisará de muita luta até mesmo para escapar do rebaixamento. Dessa forma, o pensamento no momento volta-se em diminuir a distância com o Oeste, três pontos a frente e primeiro time fora da degola.

"No Red Bull Brasil, cheguei e o time já estava entrosado, pronto e com ótimos resultados. Já a Portuguesa está se remontando no meio da temporada e é difícil pegar entrosamento. Também falta a compactação da equipe, que é justamente o que o (técnico) Silas está passando. As linhas de defesa, meio e ataque precisam ficar mais próximas. Mas tenho certeza que isso vai dar certo e espero colher frutos na segunda divisão", afirmou Dinélson.

Sem compromissos no fim de semana, a equipe da capital paulista volta a campo apenas na próxima terça-feira, pela 16ª rodada da Série B, para encarar o ABC, na Arena das Dunas, às 19h30.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.