Tamanho do texto

Ricardo Gareca diz que, à princípio, chileno estará na lista dos 20 relacionados para o clássico do próximo dia 17

O jogo contra o Atlético-MG, no domingo, será o último em que Valdivia vai desfalcar o Palmeiras . O meia disse que foi montado um cronograma para sua recuperação física, mas Ricardo Gareca não lhe dará muito tempo. Embora o chileno diga que pode atrapalhar o time, o técnico está preocupado com a situação do Palmeiras no Brasileiro e, por isso, já relaciona o camisa 10 para enfrentar o São Paulo, no dia 17.

"No clássico contra o São Paulo, o Valdivia, se não jogar, estará entre os 20 relacionados", disse o treinador, que já fez o jogador mais caro do elenco trabalhar com bola por quase duas horas nesta manhã, em seu terceiro dia de trabalho após 25 dias afastado por conta do fracasso na negociação com o Al Fujairah.

Os dias em que ficou incomunicável de férias na Disney não convencem o argentino a ter mais paciência. "Perguntei ao Valdivia como ele estava porque, por conta da confusão, não estava treinando, treinou muito pouco. Falamos que ele precisa fazer mais a parte futebolística do que a preparação física", definiu Gareca.

"O campeonato está muito avançado, o Valdivia não pode fazer pré-temporada. Tem que estar bem futebolisticamente e, assim, estará melhorar fisicamente. Tem que jogar porque é um jogador muito importante. Se não for titular, precisa ter 20, 30 minutos no campo, mas tem que jogar", definiu.

Valdivia não entra em campo desde 23 de junho, quando entrou aos 25 minutos do segundo tempo da derrota do Chile para a Holanda pela primeira fase da Copa do Mundo. Pelo Palmeiras, o meia não é utilizado desde a vitória sobre o Goiás, em 10 de maio.

Se Gilson Kleina poupava Valdivia até de treinos para preservar sua condição física, Gareca precisa do atleta mais caro em campo. "Todos conhecem bem o Valdivia, eu também o conheço bem. Potencializa o Palmeiras porque é um nome e um jogador importante", avaliou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.