Derrotar o Vitória, no domingo, dentro de casa, tornou-se obrigação para impedir uma crise no clube

Passados três jogos do Campeonato Brasileiro sem vencer, a conclusão no São Paulo é consensual: derrotar o Vitória, no domingo, dentro de casa, tornou-se obrigação para impedir uma crise. Depois desta partida, a equipe de Muricy Ramalho terá uma decisão de mata-mata e um clássico na sequência.

Na próxima quarta-feira, o time decidirá vaga na fase seguinte da Copa do Brasil diante do Bragantino, também no Morumbi - após ter vencido o duelo de ida por 2 a 1, em Ribeirão Preto, pode empatar ou até perder por 1 a 0 para se classificar. Quatro dias mais tarde, o adversário será o Palmeiras, no Pacaembu, novamente pelo Brasileiro.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

Em circunstâncias normais, o Bragantino (antepenúltimo colocado da segunda divisão nacional) não colocaria pressão, porém o São Paulo foi derrotado pela Chapecoense e só empatou com o Criciúma como mandante, além de ter perdido para o Goiás, fora de casa. Portanto, voltar a vencer passou a ser crucial para garantir tranquilidade para o mata-mata e o clássico.

"Era uma sequência teoricamente fácil, mas não tem jogo fácil. Todas as equipes são bem montadas, bem posicionadas. As equipes vêm jogar aqui muito fechadas. Foram resultados que não esperávamos. Esperávamos vencer as partidas, o que infelizmente não aconteceu. Não pode acontecer mais", observou o zagueiro Rafael Toloi, que será mantido entre os titulares mesmo com o retorno de Antônio Carlos, já que Rodrigo Caio leisonou o joelho esquerdo.

Além do zagueiro, Osvaldo e Kaká deixaram o Reffis e estão à disposição de Muricy novamente. O atacante deve seguir na reserva, mas o meia fará sua primeira partida pelo São Paulo no Morumbi depois de 11 anos.

O time é o atual sétimo colocado, com 20 pontos ganhos, nove a menos do que o líder Cruzeiro. O duelo com o Vitória está marcado para 18h30 (de Brasília) de domingo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.