"É muita diferença. Não jogamos a toalha, mas um time que quer brigar pelo título ou no mínimo pela vaga na Libertadores não pode perder pontos em casa", disse Muricy Ramalho

A diferença de pontos do São Paulo para o Cruzeiro não aumentou na rodada do fim de semana (nove pontos), mas o técnico Muricy Ramalho e os jogadores começam a se preocupar com a distância para o líder do Campeonato Brasileiro. O treinador, que já citou recentemente o exemplo de 2008, quando tirou desvantagem de 11 pontos do Grêmio para ser campeão, está incomodado agora por não conseguir se aproximar da ponta.

"É muita diferença. Não jogamos a toalha, mas um time que quer brigar pelo título ou no mínimo pela vaga na Libertadores não pode perder pontos em casa", afirmou o treinador.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

Nesta retomada do Brasileirão, o São Paulo venceu o Bahia, mas, em seguida, perdeu para Chapecoense e Goiás, além de ter empatado com o Criciúma. As partidas contra as duas equipes catarinenses foram realizadas no Morumbi, sem que o time mandante conseguisse confirmar o favoritismo.

A igualdade no jogo de sábado, em casa, fez o São Paulo subir uma posição, ocupando agora no sétimo lugar do Brasileirão, mas a diferença de pontos para o Cruzeiro não foi alterada, pois o time mineiro também empatou na rodada. O time de Muricy Ramalho tem 20 pontos, enquanto o líder aparece com 29.

Assim como o técnico, o lateral esquerdo Álvaro Pereira também quer um desempenho melhor do time. "Para brigar lá em cima, temos que dar um pouco mais", avaliou. Para acabar com a sequência de três jogos sem vitórias, os são-paulinos entendem que precisam evoluir nas bolas áreas defensivas.

No sábado, o Criciúma empatou depois de batida de falta de Lucca para a área, que Rogério Ceni não conseguiu segurar, e Rodrigo Souza marcou no rebote. "Nós perdemos dois pontos que podem fazer falta no futuro, e com bola parada de novo. Temos de trabalhar e continuar", afirmou o goleiro.

O técnico Muricy conta com a semana livre para preparar sua equipe, que só tem compromisso diante do Vitória, no domingo, novamente no Morumbi. A grande novidade na partida deve ser o retorno de Kaká, que desfalcou o time por dois jogos em função de dores na panturrilha direita.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.