Paris Saint-Germain, atual campeão nacional, venceu por 2 a 0 o Guingamp, dono da taça da Copa da França, no Estádio Ninho do Pássaro, em Pequim, na China

Jogadores comemoram um dos gols de Ibrahimovic
ChinaFotoPress/Getty Images
Jogadores comemoram um dos gols de Ibrahimovic

No Oriente, o Paris Saint-Germain , atual campeão nacional, conquistou na manhã deste sábado a Supercopa da França com uma vitória por 2 a 0 sobre o Guingamp, dono da taça da Copa da França. Por razões financeiras, o confronto, que abriu a temporada do futebol francês, foi disputado no Estádio Ninho do Pássaro, em Pequim.

O PSG começou o confronto pressionando os adversários e chegando com mais perigo ao ataque. Logo aos 8 minutos do primeiro tempo, Ibrahimovic recebeu bom passe na entrada da grande área, limpou a jogada e bateu colocado para o fundo das redes, inaugurando o marcador para a equipe da capital francesa.

Com domínio da posse de bola e a vantagem no placar, o Paris Saint-Germain seguiu em busca de mais um espaço na defesa do Guingamp. Aos 18 minutos da primeira etapa da partida, Bahebeck foi empurrado por Jacobsen dentro da área e o árbitro marcou penalidade máxima. Na cobrança, o Ibra anotou seu segundo gol no duelo com um belo chute no canto direito de Samassa.

O campeão da Copa do França ainda teve a chance de diminuir antes do intervalo do jogo. Aos 30 minutos da etapa inicial, o brasileiro Marquinhos derrubou Yabataré em cima da linha da entrada da área e o árbitro assinalou pênalti. Na cobrança, o atleta que sofreu a penalidade cobrou no canto direito, mas o goleiro Sirigu se esticou e conseguiu fazer a defesa.

No segundo tempo, a equipe da capital francesa seguiu pressionando os adversários. Aos 5 minutos da etapa complementar, Bahebeck cruzou para a área e a bola sobrou para Ongenda. O jogador chutou colocado, mas a bola acabou passando à esquerda do goleiro Samassa.

No final do segundo tempo, o confronto começou a cair de rendimento. O Paris Saint-Germain se fechou na defesa e o Guingamp ficou com muita dificuldade para chegar ao ataque adversário.

Três brasileiros entraram em ação neste confronto: Marquinhos, o naturalizado italiano Thiago Motta e o atacante Lucas. O ex-são-paulino entrou em campo apenas aos 40 minutos do segundo tempo, no lugar do meio-campo Pastore.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.