Time mineiro chegou ao seu gol com o volante Andrei Girotto e subiu para 26 pontos na tabela

Depois de um primeiro tempo muito ruim, o América-MG reagiu na etapa final e venceu o ABC-RN por 1 a 0, neste sábado, no Independência. Mesmo sem mostrar um futebol brilhante, o Coelho somou os três pontos, que mantém a equipe mineira na vice-liderança da Série B , aproximando-se do Ceará, que lidera a competição.

O gol que garantiu a vitória só saiu aos 48 minutos do segundo tempo. O volante Andrei Girotto resolveu ir ao ataque e resolveu a parada com chute cruzado garantido o triunfo dos mineiros. Com o resultado, o América-MG chegou aos 26 pontos e se aproximou do Ceará, que ainda joga na rodada, mas não terá folga na ponta da tabela.

Na sequência do Brasileiro da Série B, o América-MG terá compromisso contra os cearenses do Icasa, jogo na próxima sexta-feira, no estádio Mauro Sampaio. Já os abecedistas vão pegar os cariocas do Vasco, jogo sábado, na Arena das Dunas.

O jogo - Mesmo jogando em casa, o América-MG teve dificuldades para impor o ritmo do jogo. Os primeiros minutos de partida no Independência foram de futebol morno e sem chances claras de gol. Um dos motivos para isso pode ser a postura defensiva do ABC, que congestionou o meio-campo com jogadores de marcação.

Dessa forma, o Coelho controlou a pose de bola com tranquilidade até a intermediária, mas faltou criatividade para fugir dos marcadores. Passes curtos e sem muita objetividade foram vistos a exaustão no Horto. Preocupado com a situação, o técnico Moacir Júnior começou a cobrar os comandados à beira do campo, pedindo aproximação entre os atletas e jogadas individuais.

Como o América-MG continuou sem chegar com perigo, os abecedistas resolveram adiantar alguns atletas e começaram a criar algumas jogadas, principalmente pelos lados do campo. A primeira oportunidade clara dos mineiros só apareceu aos 21, quando Obina desviou cobrança de escanteio pela direita e mandou sobre o travessão de Gilvan.

Com os jogadores de criação, Mancini e Tchô, apagados no jogo, o Coelho fez um primeiro tempo muito tímido para uma equipe que atua com o mando de campo. A exibição ruim dos americanos deu moral para os visitantes, que terminaram a primeira etapa melhor que o América-MG e agredindo mais em busca do gol.

No segundo tempo, o time mineiro melhorou um pouco, mas ainda longe do time que a torcida se acostumou a ver em jornadas anteriores. Os americanos ao menos passaram a jogar mais próximos da área do ABC-RN, mas a conclusões contra a meta de Gilvan continuaram escassas.

Na melhor delas, aos oito minutos, a oportunidade finalmente apareceu com Mancini, que recebeu passe açucarado de Tchô, mas mandou sobre o travessão. A exibição do América-MG foi uma espécie de termômetro para a torcida nas cadeiras do Independência, que mesmo comparecendo em bom número, apoiou pouco time.

A partir dos 25 minutos, o jogo passou a apresentar um cenário com mais dinamismo. Os donos da casa, perseguindo a vitória com um pouco mais de empenho, enquanto os potiguares mostraram um bom contra-ataque, inclusive, obrigando o goleiro Fernando Leal a fazer defesas importantes. Aos 48, quando parecia que o placar ia ficar no 0 a 0, o volante Andrei Girotto resolveu ir ao ataque e resolveu a parada com chute cruzado garantido a vitória dos mineiros

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA-MG 1 X 0 ABC-RN

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 02 de agosto de 2014, sábado
Horário: 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: José Antônio Chaves Franco Filho (RS) e José Eduardo Calza (RS)
Cartão amarelo: (América-MG) Mancini
Gol: América-MG:Andrei Girotto, aos 48 minutos do segundo tempo

AMÉRICA-MG: Fernando Leal; Pablo, Vitor Hugo, André e Eduardo; Leandro Guerreiro, Andrei, Tchô (Ricardinho) e Mancini (Júnior Negão); Willians (Diney) e Obina.
Técnico: Moacir Júnior

ABC-RN: Gilvan; Renato, Suéliton, Marlon e Michel; Liel (Samuel), Fábio Bahia, Daniel Amora e Somália (Júnior Timbó); Lúcio Flávio (João Paulo) e Rodrigo Silva.
Técnico: Zé Teodoro

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.