Técnico diz que adoraria treinar a seleção Argentina no futuro, mas revela que o foco atual é o Atlético de Madri

Diego Simeone, técnico do Atlético de Madri
Getty Images/Denis Doyle
Diego Simeone, técnico do Atlético de Madri

Campeão espanhol e vice da Liga dos Campeões da Europa na última temporada, o técnico argentino do Atlético de Madri, Diego Simeone, não planeja deixar o clube “Colchonero” para treinar a seleção da Argentina. Alejandro Sabella renunciou ao cargo na última terça-feira e o nome de Simeone era cotado para assumir a seleção argentina.

“A seleção argentina sempre será um lugar onde eu adoraria chegar. Mas está claro que o compromisso de trabalho que tenho agora é com o Atlético de Madrid e só penso nisto. Meu nome apareceu em algum momento lá (na seleção argentina), mas ninguém falou comigo. Estamos falando de suposições. Neste momento, o foco é o Atlético de Madrid”, avisou o argentino, em entrevista coletiva, na última terça-feira, na cidade do México, local onde os “colchoneros” realizam pré-temporada.

O ex-jogador ainda aproveitou também para elogiar o trabalho realizado por Sabella na Argentina durante as eliminatórias e o Mundial: “Ele fez um grandíssimo trabalho nas eliminatórias e no Mundial. Desejo o melhor a ele no futuro”.

A imprensa argentina cita José Pekerman, Tata Martino e Miguel Ángel Russo, como os favoritos a herdar o cargo de técnico da tricampeã do mundo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.