Tamanho do texto

Depois de jogar mais de um ano como zagueiro no time paulista, jogador atuou como volante no último domingo

Rodrigo Caio deve voltar a jogar como volante no restante da temporada
Felipe Oliveira/Getty Images
Rodrigo Caio deve voltar a jogar como volante no restante da temporada

Rodrigo Caio foi promovido aos profissionais do São Paulo depois de ter feito sua preparação na base como volante. Porém, em função das necessidades no elenco, o atleta se acostumou a jogar desde o ano passado como zagueiro. Na derrota de domingo, contra o Goiás, pelo Brasileirão, o atleta voltou à sua posição de origem no meio-campo, mas reconhece que, atualmente, sente-se melhor jogando mais recuado.

"Eu me adaptei muito bem na zaga, pois vejo o jogo de frente, tenho boa saída de bola e é onde me sinto bem. Tive a oportunidade de jogar de volante agora e gostei, mas tenho muito a evoluir ainda e deixo para o professor Muricy decidir", afirmou.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia do Campeonato Brasileiro

Rodrigo Caio foi recolocado por Muricy Ramalho no meio-campo por duas razões. A primeira delas é a volta de Rafael Toloi, que regressou de empréstimo para a Roma e acabou assumindo uma posição na defesa. O outro motivo é a esperança do treinador de fechar melhor o meio-campo, já que a entrada de Kaká deixou a equipe ainda mais ofensiva. O técnico entende que Rodrigo Caio tem um poder maior de marcação do que Maicon, que perdeu a posição no setor.

Apesar de preferir a zaga, o são-paulino ganhou destaque nesta temporada atuando como volante na seleção brasileira de base que conquistou o Torneio de Toulon, na França. Na ocasião, Rodrigo Caio foi eleito o melhor jogador da competição.

"Atuei muito pouco assim (este ano). Quando fui para a seleção, tive alguns treinos e fiz um bom papel para ajudar a equipe. Aqui, minha última partida como volante havia sido contra o Ituano, quando perdemos no Morumbi. Eu me sinto bem e confortável, mas preciso me adaptar e isso tem de ser o mais rápido possível. Independentemente da posição, o importante é estar como titular e ajudar", completou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.