Meio-campista voltou a ganhar minutos na equipe com a chegada do técnico Argel Fucks ao comando do Figueirense

Marco Antônio voltou à equipe titular do Figueirense na goleada sofrida para o Cruzeiro
Washington Alves/Getty Images
Marco Antônio voltou à equipe titular do Figueirense na goleada sofrida para o Cruzeiro

O meio-campista Marco Antônio voltou ao time titular do Figueirense no último sábado, na goleada sofrida para o líder Cruzeiro , por 5 a 0, no Mineirão. Sem jogar desde antes do recesso para a Copa do Mundo , o jogador se sentiu desgastado fisicamente durante o jogo e afirmou que ainda está fora de ritmo.

"Procurei trabalhar para ficar à disposição da melhor maneira possível. Claro que estou fora de ritmo, pude sentir isso durante a segunda etapa, afinal não jogava há muito tempo. Sei que estou longe do que posso render, tenho minha autocrítica", analisou.

Colocado de lado inúmeras vezes pelo ex-técnico Guto Ferreira, não sendo sequer relacionado para as partidas, o atleta voltou a assumir papel de protagonista sob o comando de Argel Fucks, tanto que foi escalado como titular em Minas Gerais com a responsabilidade de ser o homem de criação do Figueirense.

Ao comentar sobre a goleada sofrida para o líder da competição, Marco Antônio foi sensato e, apesar do lapso de atenção da equipe na etapa final, o que ocasionou dois gols em um intervalo de apenas três minutos, elogiou a postura do time na primeira etapa.

"No primeiro tempo conseguimos encaixar a marcação e não sofremos tanto. É claro que a equipe do Cruzeiro, por ser a melhor do Brasil atualmente, vai conseguir chegar à área uma vez ou outra mesmo com uma marcação forte", comentou. "Erramos menos na etapa inicial, mas no começo do segundo tempo nós falhamos e levamos dois gols muito rápido, o que abaixou o nosso ritmo e, por sua vez, permitiu o placar elástico", acrescentou o experiente armador.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.