Equipe rubro-negra segue na zona de rebaixamento, com dez pontos, na 18ª posição. Já os alvinegros seguem com 12 e enxergam a degola mais perto após a rodada

Alecsandro comemora seu gol pelo Flamengo sobre o Botafogo, no Maracanã
WAGNER MEIER/ Agif/Gazeta Press
Alecsandro comemora seu gol pelo Flamengo sobre o Botafogo, no Maracanã

O técnico Vanderlei Luxemburgo estreou com o pé direito pelo Flamengo . Os rubro-negros venceram por 1 a 0 o Botafogo , neste domingo, e saíram da lanterna do Campeonato Brasileiro. No entanto, a equipe ainda segue na zona de rebaixamento, com dez pontos, na 18ª posição. Já os alvinegros seguem com 12 e veem a degola mais perto após a rodada.

Em um jogo com poucas chances reais de gol, o Flamengo aproveitou uma para decretar a vitória, ainda no primeiro tempo. João Paulo acertou cruzamento perfeito para Alecsandro cabecear, sem chance para Jefferson.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

Na próxima rodada, o Flamengo terá a chance de sair da zona de rebaixamento contra a Chapecoense, no próximo domingo, no interior catarinense. Já o Botafogo terá pela frente o líder Cruzeiro, no sábado, em Belo Horizonte.

O jogo

As duas equipes começaram o clássico mostrando muita disposição, mas sem muita organização. Com isso, o duelo ficou concentrado no meio, com pouco perigo para as defesas. A primeira chance de gol aconteceu somente aos 18 minutos, quando Emerson Sheik recebeu passe pela direita da área e chutou cruzado, mas na rede pelo lado de fora.

Os alvinegros se empolgaram com o lance e melhoraram na partida. Tanto que aos 26 minutos, Edílson arriscou de fora da área e obrigou Paulo Victor a fazer boa defesa. Somente depois disso, o Flamengo conseguiu criar uma boa jogada no ataque. Mugni aproveitou corte mal feito de Julio Cesar e chutou sobre o travessão de Jefferson.

Quando o clássico voltou a ficar equilibrado, o Flamengo aproveitou espaço dado pela defesa do Botafogo para abrir o placar. João Paulo fez cruzamento perfeito para Alecsandro, no meio da área, cabecear forte, sem chance para Jefferson.

Emerson em ação pelo Botafogo contra o Flamengo, no Maracanã
Marcello Dias/Futura Press
Emerson em ação pelo Botafogo contra o Flamengo, no Maracanã

Atrás no placar, o Botafogo voltou para o segundo tempo com a intenção de pressionar os rubro-negros em busca do empate. No entanto, os alvinegros esbarravam na falta de qualidade para armar boas jogadas.

Com o passar do tempo, o Flamengo recuou e passou a permitir os avanços frequentes dos botafoguenses. Assim, os lances de perigo aconteceram na parte final do clássico. Aos 36 minutos, Zeballos cruzou e Paulo Victor se antecipou a Carlos Alberto para salvar os rubro-negros.

Nos minutos finais, o Botafogo desperdiçou sua melhor chance. O zagueiro Marcelo falhou e viu Zeballos roubar a bola. O uruguaio penetrou na área, mas finalizou em cima de Paulo Victor. O alvinegro ainda teve outra chance de chutar ao gol, só que estava impedido. Depois disso, o paraguaio Cáceres foi expulso e deixou o Flamengo com um a menos. Os rubro-negros conseguiram segurar a pressão e saíram com os três pontos.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 1 X 0 BOTAFOGO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 27 de julho de 2014, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Raphael Pires (GO)
Cartões amarelos: Léo Moura e Alecsandro (Flamengo); Carlos Alberto, Edílson, Emerson e Airton (Botafogo)
Cartão vermelho: Cáceres (Flamengo)
Gol: FLAMENGO: Alecsandro, aos 32min do primeiro tempo

FLAMENGO: Paulo Victor, Leonardo Moura, Wallace, Marcelo e João Paulo; Cácers, Luiz Antonio, Everton (Gabriel) e Lucas Mugni (Canteros); Paulinho (Negueba) e Alecsandro
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

BOTAFOGO: Jefferson, Edilson, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Aírton, Mário Bolatti (Zeballos), Gabriel e Carlos Alberto (Wallyson); Yuri Mamute (Daniel) e Emerson Sheik
Técnico: Vagner Mancini

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.