Goleiro foi a primeira mudança significativa no time para a estreia do treinador, contra o Botafogo, neste domingo

Vanderlei Luxemburgo chegou na última quarta-feira e já terá pela frente uma missão que lhe causa frio na barriga, segundo o próprio disse: enfrentar o Botafogo, no Maracanã, neste domingo, às 18h30 (de Brasília), em clássico válido pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. No entanto, mesmo ansioso pela reestreia pelo Flamengo , ele já começou a alterar peças no time titular. O goleiro Felipe foi a primeira vitima.

O arqueiro não participou nem da equipe reserva no coletivo deste sábado, acompanhado de perto pelos torcedores na Gávea. O meio-campista Elano, relacionado para partida, também não atuou nem com o colete. Na lateral esquerda, André Santos deu lugar a João Paulo, já que resolve problemas extra-campo com a diretoria após ter sido agredido por torcedores na última semana.

Veja como está a classificação do Campeonato Brasileiro

No meio de campo, os volantes Cárceres e Luiz Antonio deverão começar entre os 11 iniciais. Mesmo recuperado, Hernane deverá dar lugar a Paulinho, Alecsandro e Everton. No lugar de Felipe entra Paulo Victor. Assim, a equipe deverá entra em campo no clássico com: Paulo Victor; Léo Moura, Wallace, Fernando e João Paulo; Cárceres, Luiz Antônio e Lucas Mugni; Paulinho, Alecsandro e Everton (Hernane).

"Achei muito bom ter vindo aqui, com o campo bom, vestiário bom. É outro momento. Iniciamos uma nova etapa, com 27 rodadas para mudar a história. Com esse ambiente, com um dos jogos decisivos, não podemos colocar que só cabe a vitória, pois é um clássico contra um grande adversário. Temos de sair dessa zona de rebaixamento e começar a pensar em coisa boas. Com o ambiente favorável, e se a torcida abraçar, caminha bem. O torcedor quer um time que se doe por ele, pode até aceitar a derrota, mas desde que tenha uma equipe aguerrida com as características do clube", analisou Luxa.

Os fanáticos parecem realmente terem aderido ao projeto de Vanderlei Luxemburgo, a grande aposta da diretoria, já que em bom número - cerca de 600 - compareceram à Gávea neste sábado e sob chuva entoaram gritos de apoio ao Flamengo. Recentemente, um grupo de torcedores agrediu André Santos, após a derrota por 4 a 0 para o Internacional no Beira-Rio.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.