Clube jogaria de portões fechados por uma superlotação contra o Santos, em maio, mas obteve efeito suspensivo

Bahia e Internacional  se enfrentam às 21h deste sábado, na Fonte Nova, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro . A equipe baiana entra em campo buscando os três pontos para se reabilitar dos recentes maus resultados e evitar a entrada na zona de rebaixamento. Já o time gaúcho busca seu primeiro triunfo longe do Rio Grande do Sul, o que poderia lhe dar o ingresso no G4 do Brasileirão.

O principal reforço do Bahia para o jogo deste sábado estará fora de campo, nas arquibancadas da Fonte Nova: sua torcida. O departamento jurídico do clube obteve um efeito suspensivo no STJD, o qual libera a presença de torcedores na partida do fim de semana. O Bahia estava condenado a jogar com portões fechados diante do Inter por conta da superlotação do Estádio Joia da Princesa, em Feira de Santana, na derrota para o Santos, em maio.

Dentro de campo, porém, muitos problemas. O Bahia vive péssimo momento. No retorno ao Brasileiro, perdeu para o São Paulo, em casa, por 2 a 0. Depois, arrancou um bom empate em 1 a 1 com o Atlético-MG no Independência. A confiança, porém, foi abalada com a derrota da última quarta, para o Corinthians, pela Copa do Brasil. O time paulista dominou o jogo inteiro, fez 3 a 0 e poderia ter obtido diferença ainda maior.

O técnico Marquinhos Santos tem dois desfalques para o jogo deste sábado. O atacante Marcos Aurélio, por estar emprestado pelo Inter ao clube baiano, não joga. Já o zagueiro Demerson está lesionado na coxa e ainda por cima suspenso pelo terceiro amarelo. Adaílton deve substituí-lo. Para a vaga de Marcos Aurélio, Marquinhos tem três opções. Rhayner e Henrique, liberados pelo departamento médico, podem voltar ao time. Outra opção é Kieza: caso seja regularizado junto à CBF, o atacante pode fazer sua estreia pelo Bahia.

No caso do Internacional, o principal desfalque é o chileno Aránguiz, lesionado. O técnico Abel Braga escalará Alex em seu lugar, formando o meio com dois volantes (Willians e Wellington) e três meias (Alex, D’Alessandro e Alan Patrick). De resto, a equipe será a mesma que goleou o Flamengo por 4 a 0 no último domingo.

O fato de não vencer fora de casa pelo Brasileirão há dez meses incomoda o Internacional. Para Alex, mesmo sem Aránguiz, isso pode ocorrer neste sábado: "Temos que manter a dinâmica para termos mais consistência ao que já vemos fazendo. Precisamos de consistência e eficiência para vencer fora de casa", afirma o jogador.

FICHA TÉCNICA
BAHIA X INTERNACIONAL

Local : Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data : 26 de julho de 2014, sábado
Horário : 21h (de Brasília)
Árbitro : Heber Roberto Lopes (Fifa-SC)
Assistentes : Kleber Lúcio Gil (Fifa-SC Carlos Berkenbrock (SC)

BAHIA : Marcelo Lomba; Diego Macedo, Adaílton, Titi e Guilherme Santos; Fahel, Uélliton, Léo Gago e Emanuel Biancucchi; Rhayner e Maxi Biancucchi.
Treinador : Marquinhos Santos

INTERNACIONAL : Dida; Wellington Silva, Paulão, Juan e Fabrício; Willians, Wellington, Alex, D’Alessandro e Alan Patrick; Rafael Moura
Técnico : Abel Braga

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.