Grupos de oposição santista se uniram e chegaram a 85 votos contra 80 para vetar o voto pela internet para as eleições

Em um momento histórico na Vila Belmiro, quatro grupos de oposição se uniram e derrubaram a proposta da situação do Santos , que tem a maioria dos conselheiros, mas não conseguiu aprovar o voto à distância, pela Internet, já para as eleições de presidenciais de dezembro do clube. O placar foi apertado, 85 a 80, com uma abstenção, além de 10 conselheiros que estavam presentes, mas preferiram não votar.

Carteirinhas falsas do Santos têm direito a voto durante as eleições
Divulgação
Carteirinhas falsas do Santos têm direito a voto durante as eleições

Leia mais: Contra voto à distância no Santos, oposição protesta na porta da Vila Belmiro

"Conseguimos ganhar e fazer aqui hoje o impossível, as forças de oposição se juntaram e mostraram que são mais forte. Porque se uniram pelo SFC enquanto a situação estava unida por interesse próprio. Ganhamos apertado, mas acabamos com essa vergonha que é o voto à distância", vibrou Orlando Rollo, um dos líderes do grupo de oposição Terceira Via Santista.

Rollo, inclusive estava pessimista durante o dia em função da ampla maioria dos conselheiros apoiarem a situação. Por isso, a vitória foi bastante comemorada. Logo após o resultado final, os opositores abriram as janelas da sala do Conselho e gritaram o resultado favorável para os torcedores que aguardavam do lado de fora.

"Eu creio que os discursos contra o voto à distância foram preponderantes, tínhamos um cenário desfavorável porque a ampla maioria são conselheiros de situação, mesmo assim conseguimos convencer alguns deles a votarem favoravelmente a gente. Hoje o impossível foi feito aqui, eu tenho mais de 10 anos de conselheiro do Santos e nunca vi isso aqui, conseguimos ganhar da maioria", resumiu Rollo.

A derrubada do voto à distância pela internet só aconteceu porque os grupos de oposição Terceira Via Santista, Santos Sempre Santos, Tradição Santista e Resgate, acabaram se unindo em torno da causa durante a eleição desta quinta-feira, além da forte denúncia feita na última quarta-feira sobre 6 mil sócios fantasmas que estariam aptos a eleger o futuro presidente do Peixe.

"Ganhamos do Boca, na Bombonera, com o juiz a favor deles", disse o conselheiro Celso Leite, após o resultado final. A reunião teve início por volta das 20h30. Antes, um grupo protestou bastante na porta da Vila Belmiro e por fim, já as 23h, fizeram muita festa com o veto ao voto à distância pela internet.

"É preciso esclarecer que os sócios fantasmas já estão bloqueados. Ele aparece no sistema, mas não faz nada com a carteirinha, não consegue votar", explicou Paulo Schiff, presidente do Conselho Deliberativo, após a reunião desta quinta-feira. "Para se regularizar só com o recadastramento. Cinco mil já fizeram, mas vai haver um intensivo a partir de Agosto. O clube vai entrar em contato com os associados", finalizou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.