Zinho confirmou que o clube enviou um pedido à CBF para que as datas de alguns jogos do time sejam alteradas. Há três jogos, o Santos vem atuando na quinta-feira e tem ficado com dia a menos de preparação em relação aos adversários

Oswaldo de Oliveira fez um alerta na última sexta-feira, durante entrevista coletiva no CT Rei Pelé, sobre o desgaste que os jogadores do Santos estavam sofrendo por terem sempre um dia a menos de descanso em comparação aos rivais. Com isso, a diretoria encaminhou uma solicitação a CBF para que reveja e altere algumas datas dos jogos do time no Campeonato Brasileiro.

Oswaldo de Oliveira reclamou da tabela do Santos
Getty Images
Oswaldo de Oliveira reclamou da tabela do Santos

Leia também:  Oposição, Terceira Via Santista propõe o fim do Comitê de Gestão: 'É ineficaz'

No último duelo, contra o Fluminense, em Volta Redonda, o Santos precisou fazer seis viagens, entre ia e volta, e acabou derrotado em uma partida que o técnico se viu obrigado a sacar os jovens Geuvânio, Rildo e Gabriel durante o jogo por causa do cansaço.

"Jogamos com um dia a menos de recuperação (em relação ao Fluminense), agravado pelas viagens que fizemos. Isso faz uma diferença muito grande. O Fluminense jogou na quarta e, nós, na quinta. Precisamos ter muito cuidado. Já aconteceu em outras oportunidades, porque o Santos tem jogado muito às quintas. Sempre enfrentamos um time que jogou na quarta ou depois no sábado. Eles (os adversários) sempre estão mais descansados", disse o técnico após a derrota para os cariocas por 1 a 0.

E ele tem razão. O Santos jogou três vezes em rodadas de meio de semana do Campeonato Brasileiro até aqui, contra Goiás, Bahia e Palmeiras, e em todas as oportunidades, as partidas foram marcadas para as quintas-feiras.

Por conta disso, o  clube fez um levantamento e já encaminhou um pedido a CBF para que reveja a situação da tabela e altere alguns jogos do Santos, conforme explicou o gerente de futebol, Zinho.

"Os departamentos de fisiologia, com a parte física, me apresentaram um estudo de todos os jogo que aconteceram e que estão marcados, jogando quinta e domingo, com os nossos adversários jogando sempre na quarta e domingo. Foi o caso do Fluminense, e isso dá uma diferença ao logo do campeonato, que é longo, são 38 rodadas, agora, com a Copa do Brasil. Então, com esse estudo muito bem feito pelo departamento, apresentamos para o nosso superintendente. E, através do presidente, foi entregue a CBF, que foi receptiva a possibilidade de rever isso e alterar alguns jogos para que não tenha esse desgaste a mais ou seja igual, para que ganhe o melhor tecnicamente em campo", explicou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.