Zagueiro foi chamado de covarde por Lúcio, do Palmeiras, após um lance que deixou o palmeirense com um corte no rosto

O zagueiro Manoel, chamado de covarde pelo também zagueiro Lúcio, do Palmeiras , após um lance que deixou o palmeirense com um corte no rosto, afirmou que não teve a intenção de atingir Lúcio. O jogador do time paulista já pediu desculpas pelas declarações fortes, e recebeu a resposta de Manoel.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia do Campeonato Brasileiro

"Não houve maldade nenhuma. Foi um lance normal, tentei cabecear, batemos cabeça com cabeça e acabei machucando ele. Meu negócio é jogar futebol. Nunca tive intenção de machucar ninguém. Foi choque de jogo e bola para frente", explicou.

No lance, ocorrido nos minutos finais do primeiro tempo do confronto, os dois defensores se chocaram de cabeça e o atleta do Palmeiras acabou levando a pior. O zagueiro palmeirense continuou na partida e após o jogo foi encaminhado para um hospital para fazer exames.

E mais:  Após chamar Manoel de covarde, zagueiro do Palmeiras vê replay e pede desculpas

O Cruzeiro venceu o jogo no Pacaembu por 2 a 1, e um dos gols foi anotado justamente por Manoel, que se envolveu na confusão com Lúcio.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.