"Está tudo encaminhado para que ocorra um final feliz para mim e para o Corinthians. Minha vontade é ficar aqui o maior tempo possível", afirmou o zagueiro de 27 anos

Depois de premiar Cássio e Petros com contratos longos, o Corinthians negocia um novo acordo com Gil. A diretoria conversa com o empresário Carlos Leite para resolver a renovação e acredita em um desfecho rápido, confiança compartilhada pelo próprio atleta de 27 anos.

Confira a classificação e os próximos jogos do Campeonato Brasileiro

Gil, zagueiro do Corinthians
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Gil, zagueiro do Corinthians

"Está tudo encaminhado para que ocorra um final feliz para mim e para o Corinthians. Minha vontade é ficar aqui o maior tempo possível. A gente está conversando, sim, e espero que se resolva logo. Se tudo correr bem, vai estar tudo acertado até o final de semana", afirmou o beque.

A expectativa é que o novo contrato de Gil tenha a mesma duração daqueles acordados com Cássio e Petros. O goleiro e o meio-campista - que estava emprestado pelo Penapolense e teve os direitos econômicos comprados - têm compromisso com o clube até dezembro de 2018.

O zagueiro chegou ao Corinthians no início de 2013 como o mais discreto de um pacote que tinha Renato Augusto e Alexandre Pato. Diferentemente dos dois, firmou-se rapidamente, conquistou a confiança da torcida e não sofreu com problemas físicos mais sérios.

O bom trabalho feito por ele lhe dá esperança de entrar nos planos do próximo técnico da Seleção Brasileira. No período anterior à última Copa do Mundo, Gil teve o trabalho bastante elogiado, embora não tenha convencido o técnico Luiz Felipe Scolari de que merecia uma chance.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.