Tamanho do texto

"São momentos em que você está funcionando a toda velocidade e pode acontecer", comentou o ex-jogador

Puyol, ex-zagueiro do Barcelona
Getty Images
Puyol, ex-zagueiro do Barcelona

Ex-zagueiro e capitão do Barcelona, Carles Puyol disse, nesta segunda-feira, não ser justificável a mordida do atacante Luis Suárez no zagueiro Chiellini durante o jogo da primeira fase da Copa do Mundo. O agora diretor-adjunto de futebol do clube da catalunha também compreende a raiva do uruguaio na partida.

"O ato do Suárez não é justificável, mas são momentos em que você está funcionando a toda velocidade e pode acontecer. De qualquer maneira, ele pediu desculpas", explicou Puyol, que ainda rasgou elogios ao recém-contratado da equipe azul-grená: "É um jogador excelente, muito competitivo e que marca muitos gols. Acho que ele pode contribuir muito com um ataque. Com o Luis, podemos ser mais fortes", afirmou o ídolo do Barça, em entrevista ao site da Fifa.

Puyol ainda falou sobre as características que um jogador deve ter para jogar no setor defensivo do Barcelona, que perdeu importantes nomes, como o do próprio Puyol e do goleiro Victor Valdés: "Para jogar no Barcelona, além de qualidade e de uma boa saída de bola, você precisa ser rápido, porque marcamos longe da área".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.