Derrotados na última rodada, gaúchos tentam voltar ao G-4, enquanto cariocas esperam sair da lanterna do Brasileirão

Internacional vem de uma derrota para o Corinthians. Foi a primeira vitória dos paulistas no Itaquerão
Friedemann Vogel/Getty Images
Internacional vem de uma derrota para o Corinthians. Foi a primeira vitória dos paulistas no Itaquerão

Em busca da reabilitação no Campeonato Brasileiro , Internacional e Flamengo duelam neste domingo, às 16 horas (de Brasília), no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS), pela 11ª rodada. Os dois times precisam muito do triunfo, mas por objetivos opostos.

O Colorado, que perdeu de 2 a 1 para o Corinthians na capital paulista, tem 16 pontos e planeja retornar ao G-4, a zona de classificação para a Copa Libertadores. Superado pelo mesmo resultado em choque contra o Atlético-PR, o Rubro-Negro quer até mais do que a vitória. Com apenas sete pontos conquistados, segurando a lanterna da competição, almeja sair da zona de rebaixamento e começar a chutar para longe a crise que ronda o clube.

Ney Franco, técnico do Flamengo, procurou trabalhar o aspecto psicológico de seus jogadores nos poucos momentos que teve para preparar a equipe após a derrota para o Atlético-PR.

Confira a classificação, artilharia e mais notícias do Campeonato Brasileiro

"Nós chegamos a uma situação de fundo do poço, mas podemos reagir, e procurei mostrar isso para os meus comandados. Os jogadores precisam ser colocados para cima e entenderem que podem reagir. O Flamengo trabalhou firme durante o recesso e não queremos ser julgados pelo que aconteceu contra o Atlético Paranaense. Espero que nossa reação comece já neste jogo contra o Internacional, que será muito complicado", analisou Ney.

Para tentar retomar o caminho das vitórias, o Rubro-Negro terá ao menos um desfalque. O zagueiro Samir, com estiramento muscular na coxa esquerda, foi vetado e fica fora. O equatoriano Frickson Erazo é a opção mais provável se o treinador quiser manter o esquema com três zagueiros. Desistindo, o volante Luiz Antonio ganharia uma oportunidade. Após levar uma pancada no tornozelo direito no jogo contra o Furacão, o atacante Paulinho também pode ser desfalque. Neste caso, o meia argentino Lucas Mugni é o mais cotado para o posto.

Dentro da ideia de "trocar pontos" com as equipes grandes, como o técnico Abel Braga apontou antes do duelo com o Corinthians, o Internacional precisa da vitória sobre o Flamengo para não ficar para trás. Abelão elogiou o desempenho de seu time na derrota por 2 a 1 para o Timão: "Ou você analisa desempenho, ou analisa o resultado. O Corinthians chegou duas vezes e foi bem, mas se analisarmos por finalização nós fizemos um grande jogo", apontou.

A derrota na Arena Corinthians fez o Inter descer três posições na tabela, do 5º para o 8º lugar. Ainda assim, a equipe segue a apenas um ponto do G-4. A ordem no Beira-Rio é aproveitar o mau momento do Flamengo para voltar a vencer e encostar na ponta de cima da tabela.

Para o jogo deste domingo, Abelão contará com dois retornos importantes ao time principal. Recuperado de lesão, o meia Alex cumpriu seu recondicionamento físico e fica novamente à disposição. No entanto, ainda não é certa a sua volta como titular - a tendência é que ele inicie no banco, dando mais uma vez lugar a Jorge Henrique, que deve iniciar o jogo.

Já Aránguiz também não atuou em São Paulo para voltar à melhor forma. O chileno disputou a Copa do Mundo por sua seleção, recebeu alguns dias de descanso e passou os últimos dias realizando treinos físicos, mas, ao contrário de Alex, tem tudo para começar a partida na equipe titular. João Afonso volta a ser opção no banco.

FICHA TÉCNICA:  INTERNACIONAL x FLAMENGO

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 20 de julho de 2014 (Domingo)
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-PE)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP)

INTERNACIONAL: Dida; Wellington Silva, Paulão, Juan e Fabrício; Willians, Aránguiz, D’Alessandro, Jorge Henrique e Alan Patrick; Rafael Moura
Técnico: Abel Braga

FLAMENGO: Felipe; Wallace, Chicão e Frickson Erazo (Luiz Antonio); Leonardo Moura, Recife, Elano, Everton e André Santos; Paulinho (Lucas Mungi) e Alecsandro
Técnico: Ney Franco

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.