Tamanho do texto

Atacante chegou a ser punido após um exame antidoping indicar a presença de cocaína no seu organismo e ele falou sobre isso

O atacante Michael, que chegou ao Criciúma emprestado pelo Fluminense, foi apresentado na manhã desta sexta-feira no Heriberto Hülse. O jogador de 21 anos chegou a Santa Catarina para tentar superar uma mancha em sua vida e carreira: em 2013, Michael foi punido após um exame antidoping indicar a presença de cocaína no organismo do atleta.

Arrependido, ele vê o episódio como um aprendizado de onde ele tira forças para seguir em frente e espera ser feliz em Criciúma, dentro e fora dos gramados.

"Foi um fato do passado e que vou carregar na vida. Mas serviu de aprendizado. Tenho certeza que hoje estou mais forte depois do que ocorreu. Agora espero alegria", afirmou o jogador. "Procuro ser feliz em Criciúma, dentro e fora de campo, estou concentrado nisso. Minha felicidade é ajudar o time. Temos um grupo bem focado que espero ajudar, que está além de objetivos particulares."

Michael foi o primeiro reforço contratado pelo Tigre na intertemporada e deve estar à disposição do técnico Wagner Lopes para o duelo contra o Atlético-PR, no próximo domingo, às 18h30 (de Brasília), na Arena da Baixada, em Curitiba.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.