Tamanho do texto

Equipe catarinense está na sexta colocação e quer se aproximar das primeiras posições na tabela de classificação da Série B

Após reestreiar com o pé direito na Série B, em função da vitória de virada contra o Atlético-GO, o Avaí conta novamente com o apoio da torcida, nesta sexta-feira, para buscar mais três pontos e se aproximar do grupo de acesso à elite futebol brasileiro. A equipe catarinense recebe a Ponte Preta , às 21h50, na Ressacada, em Florianópolis.

O time catarinense está na 6ª colocação da tabela, com 17 pontos somados, e tem retrospecto razoável como mandante. Jogando na capital de Santa Catarina, o Avaí acumula duas vitórias, duas derrotas e um empate.

Já a Ponte Preta, em 8º lugar na classificação geral com os mesmos 17 pontos, não vem atuando bem fora de casa, já que as duas derrotas da equipe na competição aconteceram longe de Campinas: Santa Cruz e Ceará. A três pontos do América-MG, primeiro time na zona de classificação à Série A, a Ponte tenta conquistar a primeira vitória como visitante.

Na reapresentação do elenco avaiano, nesta quarta-feira, enquanto os titulares fizeram reforço muscular, os reservas disputaram um jogo-treino diante dos juniores e venceram pelo placar de 3 a 0. Após ressaltar o espírito de luta da equipe na vitória contra o Atlético-GO, apesar de apontar muitos erros de posicionamento, o técnico Geninho comandou, na tarde desta quinta, o último treinamento para definir o time que vai a campo enfrentar a equipe do interior paulista.

"O jogo contra o Atlético-GO teve muitos erros: de passe, de evolução e de marcação. Inclusive, no gol que nós tomamos, erramos duas vezes: ao deixar o jogador adversário ir ao fundo para cruzar e ao não marcar o atacante dentro da área", falou o comandante sobre o gol sofrido de bola aérea.

Sem atuar na última partida, por estar suspenso em razão do acúmulo de cartões amarelos, o volante Eduardo Neto - que também atua na lateral esquerda - está liberado para reforçar o setor defensivo do Avaí. À exceção desta modificação, o time que vai a campo deve ser o mesmo da reestreia.

Já o elenco ponte-pretano, após empatar sem gols com a Portuguesa dentro de casa, na retomada do Brasileiro Série B, viajou na manhã desta quinta-feira a Santa Catarina para se concentrar visando o jogo decisivo. Já em solo catarinense, o treinador Dado Cavalcanti comanda durante a tarde o último treino da equipe, no CT do Figueirense, arquirrival do Avaí.

O zagueiro Tiago Alves, contratado por empréstimo junto ao Palmeiras, mostrou-se animado por voltar a defender a Ponte e elogiou a entrega dos jogadores durante a partida contra a Lusa. "Todo mundo correu e se dedicou, isso facilita o nosso trabalho lá atrás. Elogiamos muito a disposição do nosso time. Infelizmente não conseguimos o resultado desejado, que era a vitória, mas o que ficou de positivo foi a entrega da equipe".

Ao projetar uma apresentação melhor contra o Avaí, objetivando se aproximar do topo da tabela, o defensor destacou a necessidade de impor o ritmo de jogo e errar o menos possível. "O Avaí venceu na última rodada e se tornou um adversário direto. Temos que impor nosso ritmo e não ficar defendendo o tempo todo. Só assim vamos recuperar os pontos perdidos em casa", falou. "Temos que trabalhar firme, um erro pode colocar o que construímos em cheque. É necessário continuar nessa pegada para manter o nível de atuação", completou o zagueiro.

Recém-chegado do futebol sul-coreano, contratado junto ao FC Seoul, o atacante Rafael Costa viajou com a delegação e já está à disposição da comissão técnica, podendo estrear na partida desta sexta-feira.

O retrospecto de jogos aponta vantagem para o time paulista. Em toda história, foram quatro confrontos, entre 2007 e 2008, com uma vitória do Avaí, um empate e duas vitórias da Ponte Preta.

FICHA TÉCNICA:
AVAÍ X PONTE PRETA

Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC)
Data: 18 de julho de 2014, sexta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Assistentes: Dilbert Pedrosa Moises (RJ) e Wendel de Paiva Gouveia (RJ)
Quarto árbitro: Carlos Eduardo Vieira Areas (SC)

AVAÍ: Vagner, Bocão, Antônio Carlos, Pablo e Carleto; Eduardo Costa, Eduardo Neto (Diego Felipe), Cléber Santana e Marquinhos; Anderson Lopes e Paulo Sérgio.
Técnico: Geninho

PONTE PRETA: Roberto, Daniel Borges, Tiago Alves, Luan e Bryan; Juninho, Elton e Alef; Cafu (Rafael Costa), Edno e Alexandro.
Técnico: Dado Cavalcanti

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.