"Eu o receberia de braços abertos", afirmou o técnico na véspera do clássico diante do Palmeiras

Robinho participa de treino da seleção brasileira em Miami
Mowa Press
Robinho participa de treino da seleção brasileira em Miami

O técnico Oswaldo de Oliveira foi incisivo ao falar sobre Robinho na entrevista coletiva desta quarta-feira. "Eu o receberia de braços abertos". No entanto, o treinador do Santos não demonstrou, em seguida, uma perspectiva muito grande no sucesso do negócio.

"Mas não tenho informação. Seria bem-vindo, com a história que tem no Santos, seria a cereja do nosso bolo, mas não estou sabendo de nada", explicou.

Oswaldo sobre seleção brasileira: “Se vier a convocação, estou pronto"

O nome de Robinho é comentado nos bastidores de Vila Belmiro a cada janela de transferência. Agora, fala-se sobre a possibilidade dele atuar pelo Peixe até o fim do ano através de um empréstimo junto ao Orlando City, dos Estados Unidos, que ainda nem contratou o jogador, mas admitiu interesse e negocia com o Milan.

O negócio seria fechado nos mesmos moldes da contratação de Kaká pelo São Paulo. Mas o alto salário do ex-camisa 7 santista, a relação conturbada com a atual diretoria e o possível não acerto entre o time norte-americano com o Milan ainda fazem do retorno de Robinho ao clube apenas um sonho.

Mesmo assim, Oswaldo de Oliveira admitiu que precisa de mais jogadores. Por enquanto, chegaram apenas o lateral direito Victor Ferraz e o volante Souza."Precisa de mais. Precisamos enriquecer o elenco", avisou o técnico.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.