Time carioca tenta aumentar distância para a zona de rebaixamento enquanto rival pernambucano pode entrar no G4

Lutando contra os problemas financeiros, o Botafogo tenta esquecer seus dramas e enfrenta um embalado Sport nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), na Ilha do Retiro, no Recife (PE), pela décima rodada do Campeonato Brasileiro .

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia do Campeonato Brasileiro

Após um mau começo, onde figurou na zona de rebaixamento, o Botafogo reagiu com alguns bons resultados, como a vitória por 2 a 0 sobre o Palmeiras e o empate por 1 a 1 com o Corinthians, ambos fora de casa. O time ocupa atualmente a 13ª posição, com nove pontos, mas ainda precisa de um melhor desempenho para se distanciar de vez da zona de rebaixamento. Já o time pernambucano está embalado após fazer 1 a 0 nas vitórias consecutivas diante da dupla baiana, Vitória e Bahia. Com 14 pontos, o Sport é o nono colocado.

Vagner Mancini, técnico do Botafogo, foi para o recesso causado pela Copa do Mundo sonhando com alguns reforços, mas a realidade financeira trouxe bem menos que o esperado. Mesmo assim, existe a confiança em um bom trabalho e na superação dos jogadores.

"O Botafogo vem em uma crescente no Campeonato Brasileiro e mostrou que tem condições de estar um pouco acima de onde se encontra atualmente na tabela de classificação. Existe um respeito muito grande ao Sport, mas sabemos da necessidade que temos de recomeçar a nossa caminhada com uma vitória, para seguirmos confiantes nos próximos jogos", disse Mancini.

Os jogadores do Botafogo concordam com o comandante sobre a necessidade de vitória e, para isso, já traçam a melhor estratégia. Valorizar o ímpeto inicial dos pernambucanos é algo importante na visão deles.

"Acredito que jogando em casa o Sport vai tentar partir para cima para tentar marcar logo um gol e tranquilizar os torcedores, que na Ilha do Retiro fazem uma pressão muito forte e empurram o time para frente. Jogar lá não é muito fácil e sabemos disso. Mas temos um time experiente e que está acostumado a lidar com esse tipo de situação. Vamos precisar conter esse ímpeto inicial deles, tocar a bola com muita inteligência e encontrar o melhor momento de buscarmos definir o resultado a nosso favor", disse o lateral direito Lucas.

Em termos de escalação, Vagner Mancini não confirmou o time que pretende mandar a campo. No gol, onde Jéfferson, que ganhou alguns dias de descanso depois de servir à Seleção Brasileira na Copa do Mundo, fica de fora. Como Renan, o reserva imediato, vem negociando com outro clube, Andrey, cria da base e que agradou ao treinador ao longo das últimas atividades, será o titular.

Sem poder contar com o lateral direito Edilson, que vinha atuando improvisado no meio-de-campo e cumpre suspensão, o treinador deve montar o time mais ofensivo, dando uma oportunidade para o jovem atacante Yuri Mamute, contratado junto ao Grêmio. Assim, o paraguaio Pablo Zeballos será recuado para atuar no meio, ao lado de Wallyson. O veterano Carlos Alberto deverá ser uma arma para o segundo tempo, caso o time precise melhorar a criatividade no meio.

Pelo lado do Sport, o técnico Eduardo Baptista minimizou a crise financeira do Botafogo e a insatisfação do elenco com os atrasos salariais. "Não vejo como isso possa nos beneficiar. O Botafogo montou um elenco muito forte para disputar a Copa Libertadores e vamos encontrar muitas dificuldades. Eles têm jogadores experientes, acostumados a lidar com problemas financeiros dos clubes, que não exclusividade do Botafogo. A minha preocupação é com a minha equipe e encontrar a melhor fórmula para vencer o jogo", disse Baptista.

O treinador se mostra otimismo com o trabalho feito ao longo do recesso do Brasileirão. "Estamos acreditando que podemos brigar ainda mais em cima na tabela de classificação, pois trabalhamos forte para isso. O importante é mostrarmos força já neste jogo contra o Botafogo", disse Baptista.

O Sport está definido para esta partida. Apesar de sofrer com dores no joelho direito, o zagueiro Durval foi confirmado para a partida. Jogando em casa, o time terá uma formação ofensiva, com os meias Zé Mário e Felipe Azevedo tendo total liberdade para encostarem em Érico Júnior e Neto Baiano, que formarão a dupla de ataque.

FICHA TÉCNICA -  SPORT-PE X BOTAFOGO-RJ

Local : Ilha do Retiro, em Recife (PE)
Data : 16 de julho de 2014 (Quarta-feira)
Horário : 19h30(de Brasília)
Árbitro : Francisco Carlos do Nascimento (Fifa-AL)
Assistentes : Esdras Mariano de Lima Albuquerque (AL) e Carlos Jorge Titara da Rocha (AL)

SPORT : Magrão, Patric, Ewerton Páscoa, Durval e Renê; Wendel, Rithely, Zé Mário e Felipe Azevedo; Érico Júnior e Neto Baiano
Técnico : Eduardo Baptista

BOTAFOGO : Andrey, Lucas, Bolívar, Dória e Junior Cesar; Aírton, Mario Bolatti, Pablo Zeballos e Wallyson; Yuri Mamute e Emerson Sheik
Técnico : Vagner Mancini

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.