Pernambucanos não participam da competição desde 2009 e atacante aposta no trabalho do técnico Eduardo Baptista

Os planos do Sport para o ano de 2015 já estão traçados, e para o atacante Felipe Azevedo, a meta não é pequena: Disputar a Copa Libertadores, competição que o rubro-negro não participa desde 2009.

"Acho que o Sport tem de buscar, temos uma estrutura maravilhosa aqui no CT, um estádio maravilhoso, uma torcida enorme, e dois caminhos para chegar nisso. A Copa Sul-Americana é teoricamente o mais fácil porque é o caminho mais curto. Mas acho que temos de ter tranquilidade para fazer o melhor jogo a jogo, como a gente fez no primeiro semestre, para conseguir o objetivo final", disse o jogador.

Veja como está a classificação do Campeonato Brasileiro

Para chegar a tão sonhada competição, o Sport precisa se classificar entre os quatro melhores do Campeonato Brasileiro, conquistar a Sul-Americana ou a Copa do Brasil. Como grande parte dos jogadores e treinadores no Brasil, o jogador acredita que a parada para a Copa do Mundo ajudou na preparação da equipe para o restante das competições.

"Quando o Eduardo (Baptista, técnico) assumiu, não deu tempo para ele trabalhar muito. Foram muitos jogos, a gente chegou nos dois títulos e com jogos em cima de jogos, teve que ser mais na base da conversa. Mas agora ele teve esse tempo para acertar a equipe na questão tática, de posicionamento. É isso que ele vem preparando nessa parada", finalizou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.