Campeão do último Campeonato Inglês pelo Manchester City e artilheiro do time na temporada, volante marfinense ficou na 3ª posição na eleição do melhor jogador do ano na Inglaterra

Yaya Toure comemora gol do Manchester City na vitória sobre o Southhampton
Rui Vieira/AP
Yaya Toure comemora gol do Manchester City na vitória sobre o Southhampton

Dmirtri Seluk, empresário do volante Yaya Touré, campeão da Premier League pelo Manchester City, ironizou o fato de o jogador não ter sido eleito o melhor do futebol inglês na última temporada. Nas duas tradicionais premiações - separadas por votos de jornalistas e de atletas - o vencedor foi Luis Suárez, do vice-campeão Liverpool.

"Se ele fosse branco, diria com 100% de certeza que ele seria o vencedor em pelo menos uma dessas premiações. Não quero falar de racismo ou de política no futebol, mas é fato que ele não tem o devido reconhecimento que merece", declarou o agente ao jornal Times .

Apesar de ser volante, Touré foi o artilheiro do Manchester City na última temporada com 24 gols em 49 jogos, exercendo ainda grande liderança técnica nos gramados. Fundamental na conquista do título, o africano sequer levou o segundo lugar, ficando com a terceira posição em ambas. Na votação dos atletas, o segundo melhor foi Eden Hazard, do Chelsea, e na dos jornalistas, o escolhido foi Steven Gerrard, do Liverpool.

"Yaya venceu três vezes seguidas o prêmio de melhor jogador africano, mas é sempre diferente em outras premiações. Concordo com José Mourinho (técnico do Chelsea) quando ele diz que o prêmio de melhor do ano deve ficar com o time que levou o título. Quem foi o vencedor? Manchester City. Quem é o melhor atleta deles? Touré", afirmou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.