Mesmo reconhecendo algumas falhas, Marcelo Oliveira se mostrou satisfeito pela exigência técnica e física que o duelo acabou oferecendo aos seus jogadores

Marcelo Oliveira, técnico do Cruzeiro
Juliana Flister/Vipcomm
Marcelo Oliveira, técnico do Cruzeiro

No quarto amistoso de sua intertemporada nos Estados Unidos, o  Cruzeiro encontrou dificuldades, mas venceu os mexicanos do Tigres por 2 a 0. O técnico Marcelo Oliveira se mostrou satisfeito não apenas pelo resultado final do jogo, mas também pela exigência técnica e física que o duelo acabou oferecendo aos jogadores cruzeirenses.

"Acho que foi um ótimo teste porque o Tigres é um bom time, como são a maioria das equipes do México. Eles marcam muito, com muita mobilidade e foi de bom proveito. Atingimos o nosso objetivo", comentou o comandante cruzeirense, que viu falhas em seu time, mas entende que os erros são naturais em função do ritmo dos treinos nos EUA.

"Tive o pensamento de continuar com o time principal por um tempo maior, mas não foi possível. Nós fizemos nestes últimos três dias treinamentos muito fortes, que eram necessários e importantes, mas que normalmente não faríamos na véspera de um jogo", comentou o treinador, explicando os erros da equipe.

"O time estava um pouco preso, não tinha mobilidade para marcar e errou muito passe. Quando acertamos isso, chegamos ao gol adversário", completou Oliveira, que deve retomar os treinamentos com o elenco na manhã desta sexta-feira, às 10h (horário local), visando o amistoso de domingo contra o Chivas-MEX, o último dos mineiros em solo norte-americano.

* Com Gazeta

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.