Jogador havia se desentendido com o time do Palestra Itália depois de um erro de digitação na renovação de seu contrato

Luis Felipe deixa o Palmeiras e acerta com o Benfica
Fernando Dantas/Gazeta Press
Luis Felipe deixa o Palmeiras e acerta com o Benfica

O Benfica confirmou, nesta sexta-feira, a contratação do lateral direito Luís Felipe, colocando um ponto final em confusão que se arrastava desde o ano passado com o Palmeiras . O jogador revelou que estava ansioso pelo momento da assinatura do contrato com o clube português.

Leia mais sobre o Palmeiras no iG Esporte

"É um sonho realizado. Esperava isto há muito e até estava ansioso, mas graças a Deus tudo se concretizou", advertiu, não deixando de acrescentar: "Já acompanho o Benfica há algum tempo, porque é um dos maiores clubes da Europa. Era um namoro antigo", afirmou à BTV o atleta de 23 anos, que despontou no Alviverde durante a Série B do ano passado.

Como o vínculo de Luís Felipe era válido até março deste ano, o Palmeiras acertou com ele, ainda em 2013, a prorrogação do contrato até dezembro deste ano, porém um erro de digitação no documento causou o fim do acordo em dezembro do ano passado. Desejado pelo Benfica, o jogador não aceitou que o equívoco fosse retificado, uma vez que queria a transferência, mas o Alviverde ganhou na Justiça o direito de mantê-lo até o fim de 2014.

"Já jogava num clube grande. No Brasil, consideram que o Benfica está entre os cinco ou dez maiores da Europa, tem muita história. Jogaram neste clube excelentes jogadores", elogiou.

Luís Felipe esclareceu que não terá dificuldades para se adaptar ao estilo de jogo português. "O futebol português é como o do Brasil. Tem as equipes grandes e as que se destacam há pouco tempo. É um campeonato forte. Aqui se joga com maior rapidez e força, mas acho que vou me adaptar rápido".

O lateral ainda revelou que tem esperanças de um dia atuar pela Seleção Brasileira e que jogar no Velho Continente pode ajudá-lo. "A Europa traz tudo, principalmente a possibilidade de jogar na Seleção Brasileira".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.