Sem receber muita atenção por parte da torcida, atleta tem consciência de que precisa mostrar potencial em campo

O meia Rafael Costa chegou ao Criciúma sem receber muita atenção da torcida. Com exames feitos, o jogador já treinou e só seria apresentado semanas depois de sua chegada, no início da intertemporada. Por isso, o atleta tem consciência de que precisa mostrar potencial em campo.

"Tenho consciência de que tenho que provar. Em todos os clubes que passei tive, e aqui, pela dimensão que tem o clube, tenho que mostrar mais ainda. Estou trabalhando duro para corresponder a expectativa de todos", disse.

Rafael Costa terá um caminho difícil para conquistar um lugar na equipe titular: a vaga almejada é hoje do capitão Paulo Baier e Wellingotn Bruno faz concorrência. O esquema tático trabalhado pelo técnico Wagner Lopes prevê somente um meio-campista de ofício. O novo reforço, então, poderia tentar uma das pontas do 4-2-3-1. Porém, ele deixa a critério do treinador a escolha de sua posição.

"Venho fazendo meu trabalho, me entregando a cada treino. A decisão cabe ao Wagner, de escolher a melhor opção. Ele está bem servido e tenho feito o meu trabalho para jogar. É um grupo de muita qualidade, e acho que o Wagner vai ter uma dor de cabeça boa para escalar a equipe", garantiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.