Lateral já expressou vontade de continuar no clube. Gum e Cavalieri são outros que devem ter os contratos prolongados

Carlinhos em treino do Fluminense
André Mourão / Agência O Dia
Carlinhos em treino do Fluminense

A diretoria do Fluminense vai intensificar a partir da próxima segunda-feira as negociações para a renovação do contrato do lateral esquerdo Carlinhos. O jogador tem vínculo com o clube somente até o fim deste ano, mas a partir de 1º de julho, conforme prevê a legislação, já terá liberdade para negociar com outros clubes e até mesmo assinar o chamado pré-contrato. O motivo da pressa é a informação de que nos próximos dias chegará da Itália uma proposta pelo defensor.

Carlinhos já foi sondado pelo futebol italiano no ano passado, quando a Roma apresentou uma proposta pelo jogador. Na época, ele não quis deixar o Brasil por estar passando por alguns problemas particulares. Porém, um ano depois, existe o temor por parte dos dirigentes que a possibilidade de uma transferência para a Europa anime o atleta, de 27 anos.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

Para agravar ainda mais a situação, Carlinhos teve boa atuação no amistoso de domingo passado, quando o Fluminense foi derrotado por 5 a 3 pela seleção da Itália. O jogo foi acompanhado de perto por dirigentes italianos, que estavam no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. O jogo também teve grande visibilidade no país europeu, sendo transmitido pelas emissoras de televisão locais.

O assédio por parte dos italianos pode acabar fazendo a diretoria do Fluminense ceder em relação ao único problema que vem impedindo a renovação de contrato, que é o vínculo do novo compromisso. O jogador deseja assinar por quatro anos, enquanto o clube carioca quer apenas dois anos de vínculo.

"O meu objetivo é permanecer no Fluminense e a prioridade neste aspecto é toda do clube. Vamos esperar para ver os acontecimentos e quando tiver uma novidade todos serão avisados", disse Carlinhos. Outros jogadores do elenco estão em processo parecido com o do lateral, com vínculo somente até o fim do ano. Em negociação mais adiantada está o zagueiro Gum, que deverá assinar novo vínculo nos próximos dias. O goleiro Diego Cavalieri nem foi procurado, porém, já avisou que não há pressa, pois deseja permanecer nas Laranjeiras e acredita que um acordo também acontecerá sem maiores traumas.

Os volantes Diguinho e Valencia estão tendo as suas situações analisadas pela diretoria, assim como o goleiro Felipe Garcia. Diguinho é o que tem mais chances de ficar, pois vem sendo aproveitado pelo técnico Cristóvão Borges e vem fazendo boas atuações. As constantes lesões, que inclusive o impediram de defender a seleção da Colômbia na Copa do Mundo, deixam a permanência de Valencia no elenco por um fio. Já Felipe Garcia vem sendo observado nas ausências de Diego Cavalieri e pode acabar sendo prestigiado pelas poucas opções de qualidade disponíveis no mercado. Outro goleiro, Klever, revelado nas categorias de base do clube, terá o vínculo prorrogado.

Outros dois jogadores que têm contrato até o fim do ano, o zagueiro Leandro Euzébio e o volante Fábio Braga foram avisados que não permanecerão. O primeiro só não foi negociado ainda por conta do salário, considerado alto pelo futebol brasileiro. Ele, inclusive, esteve em negociações avançadas com o Vitória, mas só não acertou porque não aceitou uma redução salarial pedida pelos baianos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.