Tamanho do texto

Paranistas seguem em crise e veem adversário chegar ao grupo dos quatro melhores clubes da competição

A crise do Paraná Clube parece não ter fim. No capítulo desta sexta-feira o drama ficou por conta da derrota para o Luverdense, por 2 a 0, em plena Vila Capanema, afundando a equipe paranista na zona de rebaixamento da Série B. Os visitantes, por sua vez, fazem ótima campanha e chegaram à parada para a Copa do Mundo com 18 pontos e um lugar no G4.

As equipes começaram a partida se estudando, tocando a bola, sem arriscar um ataque nos primeiros minutos. Na primeira chegada mais contundente da equipe mato-grossense, aos sete minutos, Misael recebeu lançamento na cara do gol e tocou na saída do goleiro para balançar as redes e abrir o a placar. O Tricolor parecia perdido em campo, e não dava sequência às jogadas.

Sem conseguir penetrar na defesa do Verdão do Norte, Thiago Humberto, aos 17 minutos, arriscou o tiro de fora da área e Gabriel fez defesa firme. Os donos da casa acordaram e subiram de produção. Aos 23 minutos, Giancarlo subiu no meio da defesa após cobrança de escanteio de Lúcio Flávio e testou por cima da meta.

Mais recuado, o Luverdense esperava para tentar matar o jogo no contra-ataque. Aos 28 minutos, levantamento na área paranista, Marcos tirou de soco e, no rebote, Reinaldo tocou para fora. O nível técnico era baixo, com muitos lançamentos sem direção. Aos 40 minutos, Breno chegou ao fundo e levantou para Braga afastar o perigo de cabeça.

Para a segunda etapa, o Paraná voltou com Júlio César no lugar de Carlinhos e Thiago Alves, na vaga de Thiago Humberto. Não deu tempo nem para testar. Aos dois minutos, Paulinho cobrou falta com perfeição e balançou as redes para ampliar a vantagem do Verdão. Aos nove minutos, Misael recebeu na área, rolou pra o meio e Gustavo se jogou na bola para afastar e evitar o terceiro gol.

O Tricolor voltou a ter maior posse de bola, mas tinha imensa dificuldade para conseguir criar uma jogada ou mesmo finalizar, irritando o torcedor a cada passe errado. Aos 26 minutos, Júlio Cear mandou um petardo e Gabriel fez boa defesa. Aos 35 minutos, Fernando balançou as redes, mas o árbitro anulou anotando o impedimento. Sem força para reagir, o time da casa sucumbiu mais uma vez, revoltando o torcedor nas arquibancadas contra a diretoria.

Na próxima rodada, o Paraná Clube volta a campo no dia 15 de julho, terça-feira, para encarar o América-MG, no Estádio Independência, em Belo Horizonte. Já a Luverdense enfrenta o ABC-RN, no mesmo dia, no Passo das Emas.

FICHA TÉCNICA -  PARANÁ 0 X 2 LUVERDENSE
Local:
Estádio Durival Britto e Silva, em Curitiba (PR)
Data: 06 de junho de 2014, sexta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Assistentes: Gilberto Stina Pereira e Francisco Pereira de Sousa (ambos do RJ)

Gols
LUVERDENSE:
Misael, aos 07 minutos do primeiro tempo e Paulinho, aos 02 minutos do segundo tempo

PARANÁ: Marcos; Carlinhos Miranda, Gustavo, Anderson Rosa e Breno; Lucas Otávio, Edson Sitta (Leandro Vilela), Thiago Humberto (Thiago Alves) e Lúcio Flávio; Carlinhos (Júlio César) e Giancarlo
Técnico: Claudinei Oliveira

LUVERDENSE: Gabriel Leite, Raul Prata, Renato (Zé Roberto), Braga e Paulinho; Carlão, Gilson, Washington e Samuel; Misael (Fernando) e Reinaldo (Júlio Terceiro)
Técnico: Júnior Rocha

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.