Resultado leva o clube carioca aos 14 pontos, três a menos que o Joinville, último entre os times que estão no G4 da Série B

Depois de quatro empates consecutivos, o Vasco voltou a vencer no Campeonato Brasileiro da série B . Em partida disputada na noite desta terça-feira, no Estádio Dilzon Melo, em Varginha, o time de São Januário derrotou o Boa Esporte. O resultado, além de aliviar a situação do técnico Adilson Batista, levou a equipe carioca para a nona posição, com 14 pontos ganhos. O Boa segue com oito pontos, na penúltima colocação.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia da Série B do Campeonato Brasileiro

O resultado premiou a maior objetividade da equipe carioca. O Vasco não fez uma boa exibição, mas mostrou muita vontade de alcançar um resultado positivo, enquanto a equipe mineira não soube aproveitar as poucas oportunidades que conseguiu construir durante a partida.

O Vasco volta a jogar no dia 15 de julho, diante do Santa Cruz, em São Januário. No mesmo dia,o Boa Esporte vai encarar o Vila Nova, no Serra Dourada.

O jogo

Pressionados pelos maus resultados,as duas equipes partiram para o ataque, assim que o árbitro apitou o início da partida.Logo aos dois minutos, o lateral Diego Renan investiu pela esquerda, derivou para o meia e bateu de perna direita, levando grande perigo para o gol defendido por Leandro. O time mineiro apesar das tentativas, só chegou na área carioca aos dez minutos em cobrança de falta executada por Pedrinho que Diogo Silva defendeu sem dificuldades.

Três minutos depois, o goleiro cruz-maltino saiu do gol com precisão para tirar a bola dos pés de Diego que bateu Rodrigo, com facilidade.

Depois dos 15 minutos, as duas equipes passaram a cadenciar o jogo, reduzindo a velocidade inicial. Aos 20 minutos, Douglas foi derrubado na intermediária do Boa. O zagueiro Rodrigo bateu mal e jogou a bola na arquibancada.

Os dois times passaram a errar demais. A equipe dirigida por Adilson Batista ficava mais tempo com a bola nos pés, mas encontrava grandes dificuldades para penetrar na área mineira e apelava para chutes de longa distância como aconteceu, aos 27 minutos, com o zagueiro Luan que arriscou, mas mandou a bola para fora, sem qualquer perigo para Leandro.

O Boa só voltou a atacar aos 34 minutos, em cobrança de falta, mas o zagueiro Mateus Alves mandou a a bola para perto da bandeirinha de escanteio, para frustração da torcida.

Os dois times seguiam encontrando problemas para definir as jogadas. Aos 36 minutos, Pedro Ken se livrou da marcação, mas o chute saiu inteiramente torto.

O Vasco voltou a criar uma boa oportunidade, quando Pedro Ken foi derrubado nas proximidades da área. O zagueiro Rodrigo fez a cobrança e voltou a isolar a bola. No lance seguinte, Edmilson escapou pela direita e cruzou para a entrada de Rafael Silva, mas a zaga do Boa conseguiu aliviar o perigo.

O segundo tempo começou com o Vasco no ataque. Aos quatro minutos, o zagueiro Luiz que tinha a bola dominada, se atrapalhou e foi obrigado a derrubar Edmilson, ao lado da área. Na cobrança de Douglas, Rodrigo cabeceou para baixo, mas a bola saiu.

O time de São Januário voltou a ter uma boa oportunidade, em nova falta cometida pela defesa da equipe da casa. Mas Douglas voltou a chutar mal, encobrindo o travessão de Leandro.

Aos 11 minutos, o Vasco acertou uma cobrança de falta. Rodrigo bateu forte, o goleiro Leandro deu rebote, mas a zaga aliviou, antes que Edmilson chegasse para concluir. Foi a primeira defesa do goleiro da equipe mineira.

O Vasco aumentou a pressão e o Boa não conseguia sair da marcação imposta pela equipe carioca. Aos 16 minutos, Dakson bateu falta e Leandro fez boa defesa, espalmando para a lateral.

O técnico Adilson Batista trocou o volante Aranda pelo atacante Yago em nova tentativa de aumentar o poder ofensivo do ataque da equipe carioca.

Aos 20 minutos, Dakson chutou, a bola desviou na zaga e quase surpreendeu o goleiro Leandro, mas a bola saiu para escanteio. O time de São Januário seguia na pressão e, aos 24 minutos, Yago cruzou da direita, o goleiro Leandro soltou, mas conseguiu se recuperar antes da chegada de Edmilson.

O Boa Esporte criou a sua primeira grande chance de gol aos 30 minutos. Fábio Júnior recebeu na direita e cruzou. A bola desviou no zagueiro Rodrigo e caiu nos pés de Michel Douglas que,livre na pequena área, tocou para fora.

Depois do susto, o Vasco partiu para o ataque e marcou o primeiro gol, aos 32 minutos. Diego Renan fez jogada individual e bateu forte. O goleiro Leandro deu rebote e a bola sobrou para Edmilson que empurrou para as redes. Foi o primeiro gol de Edmilson na competição.

Sem outra alternativa, o Boa partiu para buscar o gol do empate e quase conseguiu o objetivo, aos 38 minutos, quando Fábio Júnior recebeu cruzamento da direita e tocou para o gol, mas Diogo Silva fez grande defesa.

A resposta do Vasco foi fatal para a equipe mineira. Aos 40 minutos, Dakson investiu pelo meia e chutou rasteiro. A bola tocou na trave direita e entrou, sem chances para Leandro.Depois, foi só administrar o resultado.

FICHA TÉCNICA - BOA ESPORTE-MG 0 x 2 VASCO-RJ

Local: Estádio Dilzon Melo, em Varginha (MG)
Data: Terça-feira, 03 de junho de 2014
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF)
Assistentes: Ciro Junqueira e José Sabino (DF)
Cartão Amarelo: Luiz, Betinho(Boa);Luan, Aranda, Douglas(Vasco)

Gols:
VASCO: Edmilson, aos 32 e Dakson aos 40 minutos do segundo tempo

BOA: Leandro; Betinho, Mateus Alves, Luiz e Marinho Donizete; João Paulo, Vinicius Hess, Leandro Ferreira (Moisés Ribeiro) e Pedrinho (Malaquias);Diego (Michel Douglas) e Fábio Júnior
Técnico: Nedo Xavier

VASCO: Diogo Silva, André Rocha, Luan, Rodrigo e Diego Renan; Fabrício,Aranda (Yago), Pedro Ken e Douglas (Felipe Bastos): Rafael Silva (Dakson) e Edmilson
Técnico: Adilson Batista

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.